Obama vê melhora do país, mas lamenta desemprego de 10%

0
605

Apesar de destacar alguns indícios de que a crise na economia americana está se recuperando, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não esconde que está preocupado com os níveis de desemprego no país. Ele chegou a dizer que até 2010 a situação pode até piorar neste particular. “Quero ser claro que provavelmente o quadro de empregos não vá melhorar consideravelmente, e pode até ficar um pouco pior, nos próximos meses”, disse Obama, ressaltando que seriam necessários 150 mil novos empregos por mês apenas para acompanhar o crescimento da população. Ele lembrou que os números de empregos tendem a ser o último passo da recuperação econômica. O mercado de trabalho nos EUA registrou a perda de 216 mil postos só no mês de agosto e a taxa de desempregosubiu para 9,7%, a maior desde junho de 1983.