Opositores dos programas federais imigratórios nos EUA buscam ajuda local

0
512

ICE quer tornar obrigatória a prática da ordem de detenção para todos os órgãos policiais do País

Inicialmente, considerou-se que a ativação completa do programa federal de verificação nas prisões de imigração seria decisão dos estados. Mas, apesar das objeções de alguns governadores estaduais, órgãos locais de polícia e grupos defensores dos direitos dos imigrantes, o governo federal vem ativando seu uso em todo o país.

A decisão do Departamento de Segurança Nacional de aplicar o programa Comunidades Seguras sem prestar atenção aos órgãos locais e estaduais para recolher as impressões digitais necessárias deixou os grupos a favor dos direitos dos imigrantes com poucas opções.
Portanto, no estado de Washington, alguns recorreram aos funcionários locais agora para desafiar o programa federal.

Em Seattle, grupos de direitos dos imigrantes e de violência doméstica iniciaram um lobby com Dow Constantine, do condado de King, para eliminar um componente fundamental del programa. Eles querem que o condado de King deixe de reter prováveis imigrantes sem permissão para estar no país na prisão do condado en nome do Serviço de Imigração e Controle de Alfândega dos Estados Unidos (ICE), uma prática conhecida como “ordem de detenção “.

Outros dois condados do país – o de Cook, no Illinois, e o de Santa Clara, na Califórnia – começaram a ignorar as ordens de detenção. San Francisco também se negou a reter a imigrantes sem permissão para estar no país para o governo federal.

A decisão do condado de Cook, acompanhada pelo famoso caso de um imigrante que cometeu um delito depois de ter sido liberado, provocou uma forte reação do diretor do ICE, que acusou o condado de estar comprometendo a segurança pública.
O programa Comunidades Seguras utiliza a análise das impressões digitais para identificar imigrantes sem permissão para estar no país nas prisões dos condados. As jurisdições locais enviam as impressões das pessoas na prisão do FBI. Agora, o ICE utiliza a base de dados do FBI para compará-la com suas próprias bases de dados.

“O ICE localiza as ordens de detenção de imigrantes presos com acusações criminais para assegurar que criminosos perigosos não sejam liberados de prisões e detenções e incomodem nossas comunidades”, disse, através de um comunicado Andrew Munoz, o porta-voz do ICE em Seattle. “Inclusive mesmo alguns imigrantes que foram presos por deltitos menores podem ter históricos criminais mais graves que disfarçam o verdadeiro perigo que representam para a sociedade”.