Oregon pode liberar a carteira de motorista para ilegais

0
288

Residentes em Oregon vão decidir em novembro se aprovam ou não a emissão de carteira de motorista para imigrantes indocumentados. No ano passado, o governador John Kitzhaber assinou uma lei estadual que poderia facilitar a emissão do documento para indocumentados, porém o texto foi suspenso devido a uma petição pública. Agora, durante as eleições estaduais marcadas para 4 de novembro os eleitores vão mostrar sua opinião sobre o assunto.

Porém, pelo que tudo indica, o resultado deve ser desfavorável para o imigrante indocumentado. Uma pesquisa estadual foi organizada em agosto e a maioria absoluta de quem respondeu (67%) disse que não aprova a nova lei. O resultado da votação em novembro pode influenciar significativamente na decisão do governo estadual em manter ou não o texto aprovado pelo governador.

Os ativistas pró-direito dos imigrantes acreditam que se os imigrantes indocumentados tiverem a carteira de motorista o trânsito estará mais seguro no estado, no entanto, os contrários acreditam que a aplicação da lei poderia atrair mais indocumentados para o Oregon.

O texto aprovado pelo governador em 2013 estabelece que qualquer pessoa pode requerer o documento, independentemente da condição imigratória e que o mesmo seria válido por quatro anos. O documento seria usada apenas para dirigir no estado e não é aceito como identificação e também não oferece nenhum tipo de benefício imigratório e ou direito a benefícios sociais.

De acordo com a Safe Drive Coalition, ONG que luta pelos direitos do imigrante em dirigir nos Estados Unidos, atualmente os seguintes estados americanos oferecem a carteira de motorista aos imigrantes indocumentados: Washington, Utah, New Mexico, Califórnia, Colorado, Illinois, Maryland, Nevada, Vermont e Connecticut. A capital dos EUA, Washington D.C. e o território de Puerto Rico também oferecem o mesmo benefício.