Palmeiras pode ter rebaixamento antecipado

0
1218

Confusão envolvendo torcedores e a polícia no último jogo complica ainda mais a situação do time

O Palmeiras está perto do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, e pode se complicar ainda mais após os relatos do árbitro Elmo Alves Resende Cunha na súmula do empate em 2 a 2 com o Botafogo, em Araraquara. O STJD pode denunciar o Palmeiras, que pode perder mandos de campo dependendo do julgamento.

Atualmente, o clube já cumpre quatro jogos de suspensão por causa de confusões de sua torcida após a derrota para o Corinthians, em setembro. O último jogo desta pena será domingo (11), em Presidente Prudente, contra o Fluminense; jogo que pode consagrar o tetracampeonato brasileiro do tricolor, em caso de vitória, e também tropeço do Atlético-MG, que enfrenta o Vasco em São Januário no mesmo horário.

O documento traz o testemunho de Elmo a respeito de todas as confusões envolvendo torcedores alviverdes e oficiais da Polícia Militar minutos antes do fim do duelo: uma bomba atirada em direção à PM, além da agressão a quatro membros da corporação.
Antes do segundo gol do Palmeiras, marcado por Barcos, dezenas de torcedores tentaram invadir o gramado pelo portão principal, mas os policiais afastaram a multidão com jatos de gás de pimenta. O confronto só foi amenizado após o gol do atacante, que deu alento aos pouco mais de 13 mil alviverdes presentes na Arena da Fonte.

Após a partida no Presidente Prudente, o Palmeiras só tem mais um jogo em casa até o fim do ano contra o Atlético-GO, em duelo previamente marcado para o Pacaembu. Caso leve um gancho, o clube pode ter de cumprir essa pena ano que vem.