Parlamentares americanos rejeitam aumento de salário

0
514

Crise fez com que deputados congelassem ganhos até 2010

A crise econômica nos Estados Unidos fez mais vítimas: os deputados americanos terão seus salários congelados até 2010, de acordo com medida apresentada na Câmara de Representantes. Os próprios parlamentares decidiram abrir mão do aumento devido à situação no país.

Segundo a presidente do Congresso, a democrata Nancy Pelosi, solicitou à Comissão Orçamentária que não inclua o reajuste por aumento do custo de vida no próximo ano. Os salários dos legisladores está na faixa de 200 mil dólares.

No mês passado, a economia americana perdeu quase 600 mil empregos e a taxa de desemprego subiu para 7,6%; no país todo, o número de pessoas desempregadas atualmente é de 11,616 milhões. O número de vagas fechadas no ano passado ficou próximo de três milhões, contra os 2,6 milhões calculados no mês passado; e desde o início da atual recessão (dezembro de 2007), o país já perdeu 3,6 milhões de empregos.