PF prende 17 suspeitos de ligação com Fernandinho Beira-Mar

0
748

Uma operação da Polícia Federal prendeu esta semana um total de 17 pessoas suspeitas de envolvimento em uma organização criminosa que tem conexões com o traficante Luis Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. O grupo atuava no tráfico de cocaína na fronteira do Brasil com o Paraguai.

A investigação teve início em janeiro, após a morte de José Elias Fernandes do Amaral, conhecido como Bagual. Ele seria braço-direito de Beira-Mar, um dos principais fornecedores da fronteira depois de sua prisão e líder do grupo até ser assassinado.
De acordo com informação da delegacia da Polícia Federal em Dourados (MS), quem assumiu o comando da organização criminosa após a morte de Bagual foi seu irmão, Leandro Fernandes do Amaral, conhecido como Cateto.

Ao todo, foram expedidos 21 mandados de prisão em cinco Estados: Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Segundo a PF, além dos chefes da organização, foram detidos também fornecedores, financiadores, intermediários, compradores e empregados da quadrilha. Dez pessoas que já estavam presas desde abril foram reinquiridas.

Conforme nota divulgada pela PF sobre a chamada operação Saisine, a cocaína era transportada de avião da Bolívia para a região de Cáceres (MT), até a fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai, que servia de entreposto. Daí em diante, seguia por via terrestre aos grandes centros de consumo, como São Paulo, Atibaia (SP), Curitiba e Juiz de Fora (MG).