Píer de Deerfield Beach ganha escultura gigantesca que será submersa no mar

0
704

Atração para mergulhadores pesa 300 toneladas e tem 15 esculturas que chegam a sete metros de altura

Heliana DeWeese

Margaret Blume e Dennis MacDonald, em frente ao cenário que será submerso em Deerfield
Margaret Blume e Dennis MacDonald, em frente ao cenário que será submerso em Deerfield

A partir do próximo final de semana, a cidade de Deerfield Beach terá um atrativo a mais. O píer da cidade, na altura do The Cove, baia ao sul da Hillsboro Boulevard, ganhará um cenário inusitado e fantástico para ser visitado embaixo da água.

Isso mesmo, um passeio submerso nas águas do recife do Píer, levará os mergulhadores a um passeio entre réplicas das enormes e lendárias figuras Moais, originárias de Easter Island (Ilha de Páscoa) no Pacífico, que parecem ter sido transportadas diretamente de seu berço nativo.

A proposta é criar um ambiente marinho atraente para os mergulhadores e turistas que visitarem a área. A expectativa é de um mergulho interessante e divertido, onde as pessoas poderão passear pelo cenário submerso, composto por gigantescas cabeças, como se estivessem visitando um pedaço da Ilha da Páscoa em baixo da água.

O cenário de 300 toneladas, com 15 esculturas de tamanhos que variam de 2 a 7 metros, custou cerca de $500 mil, e foi doado à cidade pela filantropa, Margaret Blume, através do Woman’s Club of Deerfield Beach. A ideia original é da própria doadora e a realização leva a assinatura da Zibitz Studioz, através das experientes e talentosas mãos de seu diretor, o artista Dennis MacDonald, responsável pela concepção, conceito e desenvolvimento do projeto. Já na fase final de produção, o cenário está sendo montado na cidade de Stuart, ao norte da Flórida.

Com experiência de 25 anos no mercado internacional, a Zibitz Studioz, sediada em Pompano Beach, vem criando e executando projetos temáticos e atrações de grande porte, para parques e museus, entre outros. A presidente da empresa, a brasileira Sylvana MacDonald, conta que no próximo dia 5, o cenário será transportado por dois barcos reboque até o canal da área do The Cove, em Deerfield Beach, onde ficará por dois dias em exposição para o público, em frente ao restaurante Two Georges.

No sábado, dia 7 de junho será então afundado em frente ao Píer, a uma profundidade de aproximadamente 23 metros, em cerimônia oficial da cidade que acontecerá às 11 horas da manhã.

Sobre as figuras moais
As gigantescas figuras Moais tem características bem definidas e pretendem representar a face humana de uma forma muito própria. Foram esculpidas em pedras, pelos nativos polinésios da ilha Rapa Nui, na língua de origem, ou Ilha de Páscoa. O que chama muito a atenção dessas esculturas é o tamanho, que varia em média entre 4 e 6 m. A simbologia e significado dos Moais estão preservados no Parque Nacional Rapa-Nui e a ilha é reconhecida pela UNESCO como parte do Patrimônio Cultural da Humanidade.

Sobre a Ilha
A distante e isolada Ilha de Páscoa está localizada no meio do Pacífico, na costa entre o Chile e o Taiti. Em sua pequena extensão, de apenas 163 Km2, reúne grandes controvérsias. Além das gigantes esculturas, o fascinante mistério que envolve a civilização que ali viveu, bem como seu desaparecimento, continuam provocando muita curiosidade em pesquisadores, turistas e estudiosos do tema. Mais informações sobre o projeto acesse a página Rapa Nui Reef no Facebook.