Plano para deter tráfico de pessoas

0
653

Autoridades brasileiras estão preocupadas com brasileiros que são vítimas de tráfico de pessoas

O Consulado-Geral do Brasil em Miami promoveu, em 30 de agosto de 2011, consulta pública às comunidades brasileiras na Flórida, com o objetivo de colher sugestões para o II Plano Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. A reunião contou com a colaboração dos membros do CRBE Silair Almeida, Ronney Oliveira e Adriana Sabino.

Durante a reunião os representantes da comunidade decidiram pela inclusão de algumas sugestões de atividades:
Apoiar as empresas de comunicação que veiculem campanhas informativas sobre o tráfico de pessoas, particularmente em cidades brasileiras mais atingidas por tal crime; promover mais campanhas em escolas, particularmente em cidades com grande número de emigrantes, a fim de tornar mais eficaz a disseminação de informação nas comunidades mais atingidas; ampliar a utilização de tecnologias da informação para divulgar recomendações e atividades voltadas para o enfrentamento ao tráfico de pessoas

Também prevê-se o encorajamento de pessoas que foram vítimas do tráfico de pessoas a se engajarem em campanhas relativas ao tema, particularmente por meio de palestras/testemunhos em comunidades alvo de tal crime; a criação de bancos de empregos nas cidades brasileiras com grande número de emigrantes vítimas do tráfico de pessoas; incentivo a projetos artísticos voltados para o enfrentamento ao tráfico de pessoas; ampliação da atuação dos consulados itinerantes, a fim de que as atividades não se restrinjam apenas à emissão de documentos, mas também estejam voltadas para a assistência a brasileiros, e promoção de conferências sobre migração para as comunidades brasileiras nos EUA.