Polícia encontra mais de 100 imigrantes mantidos em cativeiro no Texas

0
365

Entre os imigrantes havia pessoas entre cinco e quarenta e sete anos. Uma mulher estava grávida e foi hospitalizada

Imigração
Casa usada como cativeiro tinha condições precárias e escondia armas

Da Redação Com CNN – A polícia libertou na quarta-feira (19) mais de 100 imigrantes indocumentados mantidos em cativeiro em uma casa no Texas. Ao todo foram 94 homens e 15 mulheres, incluindo crianças, que estavam sendo mantidos à força em uma casa de 1500 pés quadrados. Uma das mulheres estava grávida e foi levada para o hospital.

“Nenhum deles parece machucado. Eles estavam cansados, com fome e sede. Nossos agentes deram alimentos e água para os imigrantes”, disse o porta-voz da polícia texana, John Cannon. Ele informou que os imigrantes têm entre 5 e 47 anos de idade.
Cinco pessoas foram presas pela polícia acusadas de tráfico humano. Os imigrantes são de Honduras, Guatemala, El Salvador e México. Todos foram levados pelo serviço de imigração e estão presos.

“Eu trabalho aqui há mais de cinco anos e este é o maior número de pessoas encontradas em uma única casa”, contou assustado o porta-voz do serviço de imigração local, Greg Palmore.
Péssimas condições

De acordo com John Cannon, a polícia recebeu uma denúncia anônima na terça-feira à noite. Nela, pais de uma moça de 24 anos contavam sobre o desaparecimento da filha. Alguém havia pedido à família um resgate para liberar a moça e duas crianças, uma menina de sete anos e um menino de cinco.

Eles informaram que fizeram vigília próximo a residência e quando um carro saiu o motorista foi parado a poucos metros e dentro do veículo foram encontradas várias armas.

Após o encontro, a polícia invadiu a casa. Num dos quartos da casa, onde os traficantes dormiam, havia um colchão, uma geladeira e várias armas. Três traficantes tentaram escapar quando a polícia invadiu a casa mas foram pegos ainda no quintal da casa.
Os imigrantes eram mantidos pelo resto da casa. “Eles estavam esquálidos. A casa tem apenas um banheiro. Era tudo muito desagradável”, contou Cannon.

As janelas da casa estavam fechadas com pedaços de madeira. A maioria dos imigrantes disse que estavam sendo mantidos em cativeiro entre dois a quatro dias, mas uma mulher disse que estava lá há pelo menos 15 dias. Eles eram mantidos como reféns até que as famílias pagassem os ‘coiotes’que os trouxeram até os Estados Unidos.

De acordo com informações da polícia, muitos não tinham roupa ou sapatos. Essa teria sido a maneira encontrada pelos traficantes de impedir a fuga dos imigrantes.

A polícia não liberou mais informações sobre os presos e de como os imigrantes saíram de seus países de origem e chegaram até a casa no Texas. Como todos os imigrantes não têm documentos para viver legalmente no país, eles devem ser deportados assim que o inquérito for concluído.