Pompano Beach ajuda pequenos empresários a vencer crise econômica

0
600

Corretor de imóveis brasileiro tenta mais uma vez ter seu próprio negócio, desta vez melhor informado

Joselina Reis

A crise veio e levou com ela a empresa do brasileiro Moisés Dobelin, de 61 anos, mas não tirou seu entusiasmo de empreendedor. Depois fazer outros trabalhos, resolveu tentar mais vez e, como muitos que querem ter o próprio negócio (pela primeira vez ou não) uma ajuda é sempre bem vida, Moisés conseguiu apoio do projeto da incubadora de pequenos negócios da prefeitura de Pompano Beach.

Pagando apenas $300 por mês, Moisés tem toda a estrutura de um escritório à sua disposição e mais cursos de aperfeiçoamento e apoio empresarial. “Eu tenho tudo aqui, não pretendo sair”, garantiu ele, entusiasmado com seu retorno ao mundo dos negócios e a facilidade que a incubadora lhe oferece.

Moises Dobelin abriu a Corretora de Imóveis Florida Homes há seis meses e tem visto o mercado imobiliário dar sinais de melhora. Com a ajuda da incubadora, ele faz planos de ampliar as vendas e até contratar outros corretores para ajudar. “Agora estou mais preparado para o mercado e com a ajuda da incubadora não devo falhar desta vez”, lembra ele que viu sua primeira empresa de venda de imóveis ir do auge ao declínio não só por causa da crise, mas também por falha na administração.

O corretor, que chegou à Flórida há 19 anos e trabalhava cortando grama, conta que nos bons tempos das vendas sua antiga empresa tinha três escritórios e cerca de trinta agentes. Agora, ele que só trabalha com clientela brasileira, relata que os investidores brasileiros estão de olho no mercado americano devido aos bons preços. Ele aposta nisso para voltar a faturar. “Hoje eu incentivo todos a cuidar mais das finanças, mas não descuidar do seu lado emocional”, orienta.

Incubadora

A incubadora de Pompano Beach (Business Resource Center, nome em inglês) oferece dois tipos de projeto escritório virtual, onde o proprietário paga apenas $100 e o escritório no centro de negócios, onde o empreendedor paga $300 por mês e tem acesso a uma sala. Nos dois casos, o centro de negócios oferece sala para reuniões, cursos de aperfeiçoamento em marketing e finanças.

O centro de negócios está aberto há apenas 18 meses e a diretora do programa Susan Kores já contabiliza o sucesso dos empreendedores, um deles, por exemplo já teria aberto seu primeiro escritório fora do país. “Nós oferecemos mais do que um local, queremos ajudar a cidade e os empreendedores a crescer”, argumenta.

Além de oferecer cursos e apoio aos empreendedores, a incubadora também pode ajudar empresários com recursos financeiros, o teto para empréstimo é de $ 25 mil, e reformar escritórios/lojas de graça. Para ter acesso a tudo isso, o empreendedor precisa provar que mora em Pompano Beach e partir do programa de treinamento.

Serviço
Centro de Negócios de Pompano Beach
Endereço: 50 NE First Street – 33060
Fone: (954) 586-1111