Popó abandona o boxe

0
583

Maior pugilista brasileiro de todos os tempos se aposenta devido à falta de oponentes e de patrocinadores

Maior boxeador brasileiro de todos os tempos, com 38 vitórias (sendo 32 por nocaute), o baiano Acelino de Freitas, o Popó, anunciou que abandonou os ringues. A sua última luta foi em abril deste ano, quando derrotou por pontos o norte-americano Zahir Raheen, conquistando o título mundial dos leves pela Organização Mundial de Boxe. Ele já havia sido campeão em outras três oportunidades (duas na categoria super-penas e uma na de leves) e sofreu apenas uma derrota na carreira.
A aposentadoria precoce, aos 30 anos, teria sido motivada pela falta de patrocinadores e até de oponentes. Segundo Popó, seus planos agora incluem maior dedicação aos trabalhos sociais, que ele já promove em Salvador (Bahia) e a área de promoção de eventos no boxe.
Popó foi campeão pela primeira vez aos 23 anos. No início da carreira, chegou a conquistar 29 nocautes em 29 lutas, uma marca superior ao início de carreira de Mike Tyson. Como amador, fez 81 lutas e perdeu apenas três, conquistando em 1995 a medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de Mar Del Plata (Argentina).