Por Ricardo Tomassoni: Não sou Vidente, mas

0
614

Ninguém precisa ser vidente para saber que vai chover no Rio de Janeiro no verão. Lanço um desafio: alguém duvida que vai acontecer uma tragédia no Rio nas chuvas de verão de 2012?

É duro dizer isso, mas não podemos culpar a natureza por tudo o que aconteceu na serra do Rio de Janeiro. As condições climáticas têm mudado significativamente no decorrer das últimas décadas, porém a dimensão da tragédia, bem como sua frequência, não estão relacionadas com essas mudanças.

Choveu muito no Rio? Sim, choveu, não podemos negar. Mas se houvesse mais seriedade dos nossos governantes talvez a tragédia não fosse tão grande. A omissão das autoridades é a maior culpada pela quantidade de pessoas mortas.
Essa omissão do governo traz como consequência uma política habitacional falida. Onde construções irregulares imperam nos morros, tanto na parte de cima como nas encostas. Se essas construções irregulares não existissem as únicas coisas que viriam morro abaixo seriam água e barro, e não casas inteiras.

O pior é que a população não aprende nada com essas tragédias anunciadas. Falta educação e discernimento para que nas eleições procuremos políticos aptos e com vontade de mudar a situação.

Ok, você vai falar que não existe político assim. Que a falta de opção leva o brasileiro a eleger qualquer pessoa para o governo. Concordo em parte, mas pergunte às um milhão e meio de pessoas que votaram no Tiririca nas últimas eleições. Será que eles não tinham outra opção?

Enquanto somarmos a omissão do governo à falta de educação do nosso povo, e ainda as mudanças das condições climáticas, as chances dessa tragédia se repetir serão certas. Junte isso à quantidade de lixo nas ruas e as condições geográficas do Rio de Janeiro. Pronto, alguém duvida que isso não irá acontecer no ano que vem?

Cabe a nós, como último recurso, enviarmos nossa solidariedade a todos e tentar ajudar a conter o sofrimento da população.

Por Ricardo Tomassoni, publicitário