Prefeitos americanos pedem reforma imigratória

0
632

As autoridades municipais também condenaram a construção de um muro entre EUA e México.

Prefeitos de mais de 200 cidades dos Estados Unidos pediram nesta segunda-feira(5) ao Congresso e ao presidente George W. Bush que aprovem uma reforma imigratória integral, incluindo um programa para trabalhadores temporários.

Numa reunião em Las Vegas (Nevada), os prefeitos negaram respaldo à construção de um muro na fronteira do estado de Texas com o México e enfatizaram que isto prejudicaria as relações com o vizinho do sul. A resolução de rechaço ao muro foi apresentada pela prefeita de Laredo (Texas), Elizabeth Flores, e pelos prefeitos de Miami (Flórida), Manny Díaz, e de Albuquerque (New México), Martin Chávez.

A iniciativa alertou o Senado sobre o risco que poderia significar um muro deste tipo e os problemas que poderiam ser criado entre os dois países. “Sempre tivemos fronteiras abertas com o México e o Canadá e cremos que deveriam continuar asssim”, disse a prefeita de Virginia Beach, Meyera Oberndorf.

No final do mês passado, o Senado aprovou um projeto de reforma de imigração que criaria uma vala em certos trechos da fronteira, mas abriria a porta a alguns imigrantes ilegais para conseguir a residência legal no país e adquirir depois a cidadania americana.

Este projeto deverá ser harmonizado com uma versão mais conservadora da Câmara dos Deputados que converte em delinqüentes os imigrantes ilegais e aqueles que os ajudam.

A versão que surgir destas negociações entre as duas casas do Congresso deve ser a promulgada pelo presidente Bush.