Presidente dos EUA visita o Ground Zero e presta homenagem às vítimas dos atentados

0
406

“Morte de Bin Laden é recado aos terroristas: não vamos esquecer 11 de setembro”, disse Obama

Quatro dias após anunciar em rede nacional de televisão que o terrorista mais procurado do planeta havia sido morto em uma operação especial das forças americanas, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, visitou New York e esteve no Ground Zero, local onde ficavam as torres gêmeas, derrubadas pelos ataques da Al Qaeda, em 2001. O líder da nação aproveitou para mandar um recado aos extremistas: “Nós jamais esqueceremos os atentados de 11 de setembro”, afirmou Obama, ao prestar homenagem às vítimas daquele dia fatídico.

O presidente esteve também num quartel dos bombeiros em Times Square, em Manhattan, cujo batalhão perdeu, no dia dos ataques, 15 homens que participavam das buscas no World Trade Center. Já no Marco Zero, Obama depositou uma coroa de flores em homenagem às vítimas e participou de uma pequena cerimônia com familiares.

Desde que foi noticiada a morte do líder da Al Qaeda, os americanos não param de comemorar. Na noite de domingo, milhares de pessoas foram às ruas, especialmente em New York e em Washington DC, para entoar o hino nacional e tremular as bandeiras do país. “Eu já não acreditava que este dia pudesse chegar. Sinto-me vingado disse um policial de New York, que perdeu amigos na tragédia há dez anos, aliviado com a notícia. Mas até hoje o Ground Zero tem recebido um grande número de visitantes, que passam pelo local apenas para prestar homenagens.

Mas o presidente Obama ressaltou que a luta contra o terror não pode esmorecer. “Temos que continuar vigilantes, pois haverá retaliações”, enfatizou. Agora, o médico egípcio Ayman al-Zawahri aparece como possível sucessor no comando da Al Qaeda.