Prince William aprovou lei contra indocumentados

0
663

Medida entra en vigor em 2008 e pode prejudicar a economia do condado, na Virgínia

A Junta de Supervisores do condado de Prince William, na Virgínia, aprovou a suspensão de certos serviços públicos aos indocumentados, tais como negar assistência de vivenda, reabilitação de presos por drogas e programas para idosos, a partir de janeiro de 2008. Este voto seguiu-se à aprovação, no dia 2 de outubro, de um plano para autorizar a Policía a perguntar sobre o status imigratório dos detidos até por delitos comuns (e entregar ao serviço de imigração aos imigrantes fora de status no país).

Apesar do orçamento de Prince William ter sido bastante afetado pela queda do mercado de imóveis e um corte estadual de US$500 milhões, os supervisores aprovaram a medida, que exige um gasto adicional de US$14,5 milhões em cinco anos para a Policía.

O acesso às escolas públicas, ao cuidado médico e aos serviços de proteção aos menores estão garantidos pela lei federal. O uso das bibliotecas não seria afetado, segundo a prefeitura local. A medida é a mais forte na região metropolitana, mas o condado de Fairfax, também na Virgínia, disse estar pronto para estudar quais serviços poderiam ser negados aos imigrantes indocumentados.