Problema em Honduras abre crise nos Estados Unidos

0
480

Democratas e republicanos divergem sobre apoio

A crise política em Honduras provocou reflexos no Congresso americano. Democratas e republicanos divergem sobre o apoio ou o repúdio ao governo interino de Roberto Micheletti e a visita de um grupo de políticos republicanos à Tegucigalpa acabou acirrando os ânimos.

A missão, composta por Ileana Ros-Lehtinen e os irmãos Lincoln e Mario Díaz-Balart, ultraconservadores anticastristas da Flórida, chegou à capital três dias depois de uma comissão de senadores da oposição liderados por Jim DeMint, da Carolina do Sul, ter ido a Honduras para reunião com o líder do regime golpista, Roberto Micheletti. O presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, o democrata John Kerry (Massachusetts), tentou sem sucesso bloquear a viagem da comitiva republicana, dizendo que ela visitaria o líder de um regime que o governo Obama condena.