Projeto de lei para agilizar deportação deve ser aprovado

0
469

Legisladores da Flórida estão analisando texto do republicano Mike Bennett

O projeto de lei SB 1086, que pretende agilizar o processo de deportação de milhares de imigrantes detidos nas prisões da Flórida, avança a passos largos entre os legisladores estaduais. O texto, preparado pelo republicano Mike Bennett, representante de Bradenton, uma localidade rural perto de Sarasota, foi aprovado por unanimidade pelos oito membros do comitê de justiça local. A proposta será levada, agora, ao Plenário do Senado da Flórida, e – se for aprovada – deve entrar em vigor em 1º de julho deste ano.

O principal ponto do projeto prevê que o indocumentado que cometer algum crime poderá ser deportado após cumprir metade da pena imposta pela justiça norte-americana. Pelo texto, os trâmites do processo de expulsão do país poderão ser iniciados pelo próprio Departamento Prisional da Flórida, no momento da publicação da sentença. Atualmente, os imigrantes só podem ser deportados após cumprirem completamente a pena. Além disso, os indocumentados que não se qualificam para o sistema de deportação imediata são entregues à polícia de imigração americana (ICE) e, só então, o processo é iniciado.

De 2000 a 2007, o Departamento de Justiça da Flórida mandou para o ICE um total de 8.335 condenados considerados aptos para a deportação. No entanto, até dezembro do ano passado, cerca de 7.338 imigrantes permaneciam detidos no estado da Flórida. De acordo com a nova lei, pelo menos 5.274 destes – na maioria, latinos – já poderiam ser deportados.

De acordo com dados oficiais, a maior parte dos detidos é composta por mexicanos (19,2% do total).