Proprietários com mortgage em atraso buscam chance de reduzir prestações

0
450

Com táticas agressivas, entidade promete baixar juros e até o valor da dívida dos financiamentos

Atenção donos de imóveis que estão com dificuldades de honrar o mortgage: a organização Neighborhood Assistance Corporation of America (Naca), baseada em Boston (Massachusetts), está com seus consultores no sul da Flórida para oferecer a chance de redução nas prestações do financiamento. O programa atraiu centenas de pessoas de todo o país para o Palm Beach Convention Center, onde os proprietários puderam se reunir com os especialistas em busca de uma solução para seus problemas imobiliários. O atendimento será feito 24 horas por dia, até a meia-noite de segunda-feira.

A Naca, entidade sem fins lucrativos fundada por Bruce Marks, que se auto-intitula o “terrorista dos bancos”, serve de intermediária entre os credores e a sociedade. Através de uma análise minuciosa de cada caso, o grupo aponta caminhos para a modificação dos empréstimos (loan modification), graças a um acordo obtido junto à gigante de financiamento de hipotecas nos Estados Unidos Fannie Mae. Em outubro do ano passado, Marks e cerca de 100 proprietários em dificuldades participaram de uma manifestação em frente à sede da grande instituição financeira. Desde então, a Naca tem alcançado muito sucesso nas negociações e pelo menos 30% dos atendimentos termina com a redução do mortgage definida no mesmo dia.

Por isso, desde a madrugada da última quinta-feira, quando começou o programa, longas filas já estavam sendo formadas na entrada do centro de convenções, em West Palm Beach. Rena Williams, por exemplo, veio de Los Angeles para participar do evento e, apesar de ter chegado por volta de 1 am, foi a 30ª pessoa a ser atendida. “Estou tentando negociar com o One West Bank, mas eles não têm me ajudado em nada. Tanto que já determinaram a data para o foreclosure – 18 de abril”, lamentou a proprietária, que, no entanto, obter uma rápida resposta do encontro com os experts da Naca. Mais sorte teve Teresa Holston, que reduziu sua taxa de juros de 9% para 2%.

Para um dos representantes da entidade, Darren Duarte, a presença maciça de donos de imóveis não é uma surpresa, nem mesmo a vinda de moradores de estados distantes, como Washington e Oregon. “Se esta consultoria pode representar uma economia de até 400 dólares por mês, pelo próximos 30 anos, vale a pena gastar um pouco com a passagem aérea”, afirmou o porta-voz da Naca. A maratona de 100 horas de atendimento ao público já tinha mais de sete mil inscritos, mas com mais 320 especialistas e economistas dos bancos, a expectativa é que todos possam, pelo menos, expor sua situação. Os profissionais da Naca são pagos, em parte, com subsídios do governo

‘Save the Dream Tour’

Mesmo quem ainda não se registrou pode comparecer ao centro de convenções para participar do programa ‘Save the Dream Tour’ (algo como ‘Não desista do sonho’). Outras 12 iniciativas do tipo já foram realizadas ao redor do país e outras ainda estão por vir, sempre com a promessa de modificação dos financiamentos – através da redução da taxa de juros ou mesmo do valor da dívida. Segundo Marks, esta é a solução para a interminável e crescente crise dos foreclosures na América e, diante desse quadro, não hesita em usar táticas de guerrilha com os grandes conglomerados para atingir seus objetivos. A próxima etapa da maratona é em Nashville (no Tenessee), nos dias 5 a 9 de março.

O governo federal disponibilizou 75 bilhões de dólares para o programa ‘Making Home Affordable’ e a verba deve ser usada justamente para a alteração nos planos de pagamento. Cerca de 10% dos empréstimos no país – e pelo menos 20% no estado da Flórida – não estão sendo honrados pelos proprietários, sendo que muitas deles já receberam notificação de foreclosure. No entanto, o processo para se obter a modificação pode ser lento e confuso. Em alguns casos, a resposta da instituição financeira no caso pode demorar até um ano para ser divulgada. Mais informações estão disponíveis no site www.naca.com.