Queimadas colocam o País em alerta

0
495

Não chove há mais de 100 dias em BH e Parque das Emas perdeu 90% de sua área

A seca no Brasil já é uma questão emergencial e o problema das queimadas atinge, indiscriminadamente, municípios, áreas de conservação e até terras indígenas. Ao todo são 108 pontos com focos de incêndio, especialmente em estados como Mato Grosso, Pará e Tocantins.

Mesmo com quase quatro mil profissionais trabalhandoincansavelmente para combater o fogo em algumas regiões, o estrago já foi feito: O Parque Nacional das Emas, no sudoeste de Goiás, por exemplo, perdeu 90% de sua área em dois dias devido a incêndios originados em fazendas de seu entorno no mês passado. Em todo o território nacional, os incêndios já consumiram cerca de 500 mil hectares, o equivalente a extensão de Brasília. E o quadro é preocupante já que a seca deve continuar por mais 30 ou 40 dias.

Mas as grandes capitais também estão sofrendo. Em Belo Horizonte já são mais de 102 dias sem chuva, e a umidade relativa do ar está abaixo de 17%. Em São Paulo, a situação não é diferente e a maior metrópole da América Latina registrou em agosto o recorde negativo do ano, com 12%. A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera ideal a umidade acima de 60%. É considerado estado de atenção quando a umidade cai abaixo dos 30%. Caso fique entre 19% e 12%, é decretado o estado de alerta. Abaixo disso, é considerado estado de emergência.