Quota para vistos H-1B acaba em menos de uma semana

0
915

Pedidos do visto para trabalhadores qualificados, popular entre empresas de tecnologia, esgota a quota de 65 mil previstos para o ano fiscal de 2015

O serviço de imigração americano (USCIS – U.S. Citizenship and Immigration Services) divulgou na segunda-feira (7) que já recebeu pedidos suficientes para a concessão do visto H-1B, atingindo o limite de apenas 65 mil concedidos por ano. O serviço também informou que recebeu mais de 20 mil pedidos de trabalhadores que tenham graduação avançada nos Estados Unidos, processados separadamente.

Antes de começar o processo de seleção aleatória, o USCIS vai terminar de catalogar todos os pedidos recebidos durante o período, que não serão mais aceitos a partir de 7 de abril. Por causa do alto número de pedidos, o serviço não foi capaz de informar a data quando será feita a seleção aleatória (sorteio) dos que entrarão na cota.

Um sistema controlado por computador vai escolher aleatoriamente os 65 mil pedidos que serão processados pelo serviço, além dos 20 mil que se qualificam para os vistos reservados para quem tem graduação avançada nos EUA. O USCIS vai devolver o dinheiro das taxas para todos os pedidos que não forem selecionados.

O sorteio dos vistos para trabalhadores com graduação avançada nos EUA será o primeiro a ser feito. Todos pedidos não selecionados nessa primeira peneira passarão a fazer parte do grupo de 65 mil a serem selecionados em seguida.

O USCIS continuará aceitando pedidos relativos ao H-1B que não estão sujeitos à quota-limite, como para extensão de vistos em vigor, mudança nos termos do contrato de trabalho do profissional e mudanças de emprego.

As companhias americanas usam o visto para contratar trabalhadores estrangeiros com alta especialização em áreas como ciências, engenharia e programação de computadores.