Remessas de brasileiros no exterior têm queda

0
552

Redução foi de 23,6% em relação a 2008, totalizando U$ 2,22 bilhões

O tamanho da crise econômica no mundo que afetou o imigrante brasileiro pode ser medido pelo dinheiro enviado ao país natal. O Banco Central registrou no ano passado a maior queda em 11 anos no total de remessas por brasileiros que moram no Exterior. O total foi de 2,22 bilhões de dólares, uma queda de 23,6% em relação ao ano anterior. Os brasileiros, é claro, não foram os únicos afetados pela recessão financeira: o dinheiro enviado por latinos que moram no exterior também caiu, mas apenas 11%.

Segundo especialistas do Banco Mundial, o desemprego de 10% que afeta os Estados Unidos é ainda maior entre os imigrantes do que entre os cidadãos. No caso brasileiro, o resultado pode ainda ter sido agravado com a valorização do real frente ao dólar, que torna as remessas ao Brasil menos atraentes. O maior volume de transferências registrado pelo Banco Central foi em 2008, quando foram enviados 2,9 bilhões de dólares.