Ricky Martin lança campanha nos EUA contra tráfico de pessoas

0
802

O cantor porto-riquenho Ricky Martin pediu pelo combate o tráfico de pessoas durante um ato na noite desta segunda-feira em Washington para impulsionar a campanha “Chama e Viva”, um sistema telefônico de ajuda e informação para vítimas desse crime.

“Necessitamos de vocês, necessitamos de raiva e de frustração”, disse Martin, ao lançar um forte chamado ao combate do tráfico de pessoas, ao qual definiu como uma “forma de escravidão moderna”.

“Por favor unam-se a nós”, pediu o artista. “As pessoas desconhecem isto”, sustentou Ricky Martin, enquanto chamava milhões de vítimas a dar-lhe “voz e vida”.

Martin, embaixador da Boa Vontade do Unicef, enfatizou que, a cada ano, 1,2 milhão de crianças caem nas redes do tráfico, e pediu para melhorar a prevenção a este problema, a proteção das vítimas e a perseguição dos delinqüentes.

A campanha, que é mantida em parceria entre a Fundação Ricky Martin, o Banco Interamericano de Desenvolvimento e a Organização Internacional para as Migrações, facilita linhas telefônicas que permite às vítimas do tráfico denunciar sua situação e pedir ajuda.

Também entrega informações a potenciais imigrantes ilegais sobre os riscos que acarretam à decisão de viajar clandestinamente a outros países.

Segundo dados proporcionados pelos organizadores, a campanha, que foi lançada em maio no Peru, está “dirigida principalmente a mulheres e menores de idade”.