Rio’s completa 13 anos em Miami

0
938

Sinônimo de boa carne e ambiente descontraído, restaurante planeja expansão para 2010

Esqueça Porcão. A melhor e mais tradicional churrascaria brasileira no sul da Flórida chama-se agora Rio’s. O novo nome, efetivo desde o dia 1º de janeiro deste ano, combina mais com o estilo da casa, charmosa e descontraída, assim como a ‘Cidade Maravilhosa’, mas essa não é a razão principal da mudança. “Rio de Janeiro e Miami têm muito em comum, mas a alteração é para denotar que a sociedade com a rede do Brasil não existe mais”, ressalta Jadiel Pires, um dos sócios do restaurante nos Estados Unidos que, nesta sexta (27 de fevereiro), completa 13 anos de América.

A qualidade e o conceito do sistema rodízio, porém, permanecem os mesmos que encantam os clientes desde 1996. O bufê livre é composto por 14 tipos de carne, sushis variados e ainda 46 pratos quentes e saladas, que agradam aos paladares mais exigentes. Afinal não é em qualquer lugar dos Estados Unidos que se pode comer a picanha nobre no alho, acompanhada de uma salada de palmito e farofa, ou mesmo o coração de frango com arroz carreteiro. Dá água na boca só de pensar.

Apesar de o 13º aniversário do Rio’s chegar num momento difícil na economia do país, Jadiel tem planos de ampliação já para 2010. Além de New York, onde uma filial do restaurante está situada na valorizada Park Avenue, em breve Jacksonville, na Flórida, também vai ganhar uma churrascaria brasileira. “A recessão só deve durar até o segundo semestre deste ano, então precisamos ter tudo preparado para quando as pessoas voltarem a consumir com força total”, acredita o empresário, que baixou o preço do rodízio para ajustar a casa à fase atual.

Ele já deu provas de sua coragem ao promover uma ampla reforma no restaurante de Miami recentemente, quando valorizou o bar e a vista maravilhosa da Biscayne Bay. O segredo do sucesso, segundo Jadiel, está na dedicação dos funcionários, que vestem a camisa do restaurante e acreditam no que fazem. “Temos pessoas que trabalham aqui desde o primeiro dia de funcionamento da casa e conhecem os clientes pelo nome. Este atendimento personalizado faz toda a diferença”, explica.

Um destes funcionários, que serve bem de exemplo para o que disse Jadiel, é Moacir Ferronato, que não apenas está no Rio’s desde 1996, mas faz parte da família Porcão há 29 anos. Esse catarinense boa-praça entrou na companhia como faxineiro e hoje é o gerente operacional do restaurante de Miami. “Já fui garçom, passador de carne e maitre, entre outras funções. Conheço a filosofia da casa e sei do que os nossos fregueses gostam. Mas o mais importante é que adoro o que faço”, revela Moacir, que apesar da fisionomia séria é um tremendo brincalhão, dizem os companheiros de trabalho.

Para quem não conhece, o Rio’s fica no número 801 da Brickell Bay Drive. A casa realiza também eventos para grupos fechados e, caso este seja o seu interesse, dê uma ligadinha para Fabiana Soares, no telefone (305) 373-2777. Aproveite!

Fatos curiosos sobre a churrascaria:

Acaso
O restaurante que deu origem ao grupo, na Avenida Brasil (principal via de acesso ao Rio de Janeiro), foi batizado de Riograndense. Logo após a abertura do estabelecimento, que era procurado basicamente por caminhoneiros, uma ventania destruiu o letreiro e poucos sabiam o verdadeiro nome do local. O vizinho mais próximo era um supermercado de carne que tinha uma placa com um enorme porco nele e, quase por acaso, o animal acabou associado à churrascaria.

Clientela
Hoje o Rio’s de Miami tem uma clientela diversificada, exatamente como é o sul da Flórida. No entanto, Jadiel Pires acredita que 70% dos frequentadores assíduos sejam de origem hispânica e os 30% restantes divididos entre brasileiros e americanos. Muitos vão ao restaurante para saborear o delicioso corte de carnes e variedade de saladas, mas a proximidade com o principal centro financeiro da cidade – a Brickell Avenue – faz que o restaurante seja muito procurado para almoços de negócios e não é raro ver homens de terno e gravata e mulheres de tailleur no restaurante ou no bar.

Celebridades
Exatamente no dia 27 de fevereiro de 1996, a abertura da casa movimentou a região naquela terça-feira e o evento contou com a presença ilustre do Rei Pelé. De lá para cá, foram tantas as celebridades que já se sentaram à mesa do Rio’s que é difícil, até para Jadiel, lembrar dos mais importantes. Um painel de fotos na entrada do restaurante, porém, serve de ajuda para quem é curioso e gosta de saber sobre gente famosa: a cantora Mariah Carey, o promoter Don King, o casal telejornal Fátima Bernardes e William Bonner, o piloto Helinho Castroneves, as irmãs tenistas Venus e Serena Williams, o ator Danny Glover e os apresentadores Hebe Camargo e Faustão são apenas alguns deles.

Gorjeta das Arábias
Certa vez um xeque árabe visitou o Rio’s e adorou a comida, o atendimento e a caipirinha brasileira. Acompanhado de um séquito enorme, ele fez questão de percorrer as dependências do restaurante e fazer perguntas sobre tudo o que encontrava, desde pratos até os quadros em exposição. A conta foi uma fortuna e o pagamento veio em cash. Detalhe: o milionário do petróleo deixou uma gorjeta de mil dólares para ser dividida entre os garçons que o atenderam.