Santos é finalista da Libertadores

0
652

Alvinegro chega a outra final da Libertadores após empate em 3 a 3 com o Cerro Portenho em Assunção

A boa atuação de Neymar e uma falha grotesca do goleiro Barreto, da equipe paraguaia, garantiram a passagem do Santos Futebol Clube à final da Copa Libertadores da América nove anos após a última participação, quando foi batido pelo Boca Juniors da Argentina.

A equipe santista saiu na frente, logo aos 7 minutos de jogo, com o gol marcado por Zé Love, escorando de cabeça uma bola centrada por Elano, em cobrança de falta. Depois, o time brasileiro sofreu pressão do Cerro Portenho, que foi prejudicado por uma falha incrível de seu goleiro Barreto, autor do gol contra ao socar para sua própria meta a bola chutada com pouca força por Neymar.

O craque santista, no entanto, demonstrou sua categoria no final do primeiro tempo, ao receber na entrada da área, cortar um zagueiro e soltar a bomba para marcar o terceiro gol do time brasileiro.

O segundo tempo foi dominado pela equipe paraguaia, que precisava fazer 5 a 3 para se classificar à final da competição. Não conseguiu a façanha, mas pelo menos chegou ao empate. Aos 33 minutos da segunda etapa, Luchero disparou um tiro de fora da área pra vencer Rafael. O goleiro santista ainda tomou o terceiro gol, que decretou o empate final em 3 a 3, aos 45 minutos do segundo tempo, marcado por Fabbro, meia argentino pretendido pelo Palmeiras.

As notas tristes para o Santos foram a pedrada que acertou o técnico Muricy Ramalho, e a expulsão de Edu Dracena. O capitão santista desfalcará o time na primeira partida das finais da Copa Libertadores da América, na próxima quarta-feira.