Sauber deixa as portas abertas para o retorno de Barrichello à Fórmula 1

0
367

A Sauber descartou o retorno de Rubens Barrichello à Fórmula 1 para o Grande Prêmio do Brasil no próximo mês de novembro, mas deixou aberta a possibilidade de o piloto brasileiro voltar na próxima temporada.

O ex-piloto da Ferrari de 41 anos, que mais participou de corridas de Fórmula 1 e vencedor de 11 grandes prêmios, deixou com relutância a categoria no fim de 2011, quando a Williams o substituiu por outro brasileiro, Bruno Senna. Desde então, Barrichello pilota carros de Stock Car no Brasil e na categoria IndyCar.

A Sauber ainda não confirmou seus pilotos para 2014, embora tenham afirmado querer contratar o adolescente russo Sergey Sirotkin como parte de um acordo com novos patrocinadores, caso ele consiga obter uma licença especial.

“Há algumas opções em aberto”, disse a diretora da equipe Monisha Kaltenborn a repórteres durante o Grande Prêmio da Coreia, quando perguntada sobre Barrichello. “Nós sabemos que ele tem experiência. Ele pode querer retornar, então vamos ver”, acrescentou ela.

Perguntada sobre reportagens publicadas no Brasil sugerindo que Barrichello poderia correr pela Sauber ainda na última corrida deste ano no lugar do estreante mexicano Esteban Gutiérrez ou do alemão Nico Hulkenberg, Kaltenborn foi irredutível. “Eu não vejo nenhuma possibilidade. Não temos nenhuma razão para mudar nosso dois pilotos para aquela corrida”, disse Monisha Kaltenborn.

Rubens Barrichello pode aceitar o desafio e retornar à Fórmula 1, e aumentar ainda mais o número de grandes prêmios disputados, 322 largadas. O interesse da Sauber é usar a experiência do piloto brasileiro para desenvolver o carro e trazer um jovem talento mais disposto a lutar por posições no grid.