Senado avança e derruba emendas desfavoráveis aos imigrantes

0
566

Da redação
O senado norte-americano tem mantido, até o momento, o compromisso de aprovar 27 emendas pendentes e concluir a aprovação da reforma imigratória até sexta-feira. Somente na sessão de hoje várias emendas foram apreciadas, algumas delas derrubadas. Mas isso é uma boa notícia para os imigrantes. Foram rejeitadas emendas consideradas cruciais e desfavoráveis aos imigrantes. Uma delas, de autoria do senador Jim Webb (D-Virginia), previa que somente imigrantes que deram entrada no país antes de 2003 tivessem direito à legalizarão. A emenda foi recusada por 79 votos contra 18. De acordo com o atual projeto, qualquer imigrante que tenha entrado no país antes de janeiro de 2007, pode requerer o benefício.
Outra emenda rechaçada foi do senador Kirt Bond (R-Missouri), derrubada por 56 votos contra 41. Ele propunha a não concessão de green cards e posteriormente da possibilidade de aquisição de cidadania.
A emenda que previa que os imigrantes deixassem o país para poder se legalizar, apelidada de “touchback requirements”, também foi excluída do texto da reforma. De autoria da senadora Kay Bailey Hutchison (R-Texas), foi derrubada por 53 contra 45 votos.
(Acompanhe a votação ao vivo pela C-Span ).

Leia na íntegra o texto da Reforma Imigratória

Matérias Relacionadas

Senadores derrubam “touchback”r

Senado vota “touchback”, emenda que obriga imigrante a sair do país antes de se legalizar

Senadores tentam combater nova tentativa de aprovar reforma

Sistema de pontuação pode favorecer imigrantes asiáticos e da América do Sul

Reforma pode agregar o plano Dream Act

Senado mantêm o Guest Worker Program

Maioria dos americanos apóia legalização de imigrantes ilegais