Senado e Câmara harmonizam conteúdo do plano de estímulo econômico

0
726

Parlamentares acreditam que pacote de 789 bilhões deve gerar 3,5 milhões de empregos

Pelo menos na visão do democrata Harry Reid, líder da maioria no Senado, o acordo entre os deputados e senadores pela harmonização do pacote de estímulo econômico já foi alcançado. O parlamentar assegurou que as arestas foram aparadas e as diferenças sublimadas, “depois de que cada lado cedeu um pouco”, para que o texto final seja agora devolvido ao presidente Barack Obama, para sanção. Reid explicou que o valor definido do plano ficou em 789 milhões e deve gerar 3,5 milhões de novos empregos.
“No final das contas, o pacote vai ajudar a criar mais empregos do que o projeto do Senado pretendia, com menos dinheiro do que a Câmara de Representantes imaginou”, resumiu o líder da maioria. Nesse sentido, ele elogiou a atuação da presidente do Congresso americano, a também democrata Nancy Pelosi, que coordenou os debates. As negociações foram conduzidas durante todo a quarta-feira, em Washington DC.
O pacote prevê ajuda às vítimas da recessão através de benefícios para os desempregados, cobertura médica e subsídios alimentares, além de socorro aos estados, que têm feito cortes significativos em seus orçamentos. O texto final preserva também a promessa feita por Obama durante a campanha presidencial, de corte nos impostos, especialmente para pessoas das classes média e baixa.
O acordo só não foi anunciado com mais ênfase devido à ausência de Pelosi na coletiva de imprensa: ela não apareceu, gerando boatos de que estaria descontente com o resultado final do projeto ou mesmo porque ainda há pontos a serem discutidos. Um deles diz respeito à modernização das escolas públicas, que é uma de suas bandeiras. Além disso, o horário para votação final nas duas casas. Especialistas acreditam que isso deverá ocorrer ainda nesta quinta-feira, antes do feriado da semana que vem (President’s Day).
Veja mais detalhes sobre o plano de estímulo econômico na próxima edição do AcheiUSA, que circulará nesta sexta-feira.