Setor imobiliário continua instável

0
570

Desvalorização das casas foi de 8,2% em março

O fundo do poço, ao que parece, ainda não chegou para o mercado imobiliário americano. Quando tudo parecia em curva ascendente, o Wall Street Journal, um dos diários de maior credibilidade no país, publicou reportagem em que mostra que os preços dos imóveis residenciais continuam caindo. Em março, o setor registrou o 57º mês seguido de queda no preço de moradias desvalorização de 8,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A cidade mais atingida pela queda no preço dos imóveis é Detroit, com baixa de 17,3% em março, justamente a que abriga a sede das três grandes montadoras americanas a General Motors, a Chrysler e a Ford, três companhias fortemente afetadas pela crise financeira. O jornal divulgou também a queda de preço das moradias no primeiro trimestre 3%, a maior redução desde 2008 e destacou que a grande oferta de unidades é o maior obstáculo para a recuperação do mercado.

Nunca é demais lembrar que o setor experimentou uma leve recuperação no final do ano passado, mas especialistas admitiram que o fato isolado se deu em função dos programas de estímulo do governo para a área imobiliária. Os incentivos tiveram resultados efêmeros, admitiu a reportagem.