Supositório-bomba é a nova arma da Al-Qaeda

0
672

Grupo terrorista teria usado artifício inusitado em pelo menos dois atentados suicidas

A rede terrorista Al-Qaeda já estaria utilizando uma nova forma de explosivos em seus atentados pelo mundo. Segundo o serviço antiterros francês, a organização extremista teria equipado seus simpatizantes com supositórios-bomba, que podem ser detonados por telefones celulares. O métido já teria sido usado em atentados suicidas, como o que aconteceu há dois meses na Arábia Saudita. O alvo da ação, o príncipe Mohammed bin Nayef, escapou ileso, mas o ativista islâmico teve o corpo dilacerado em mais de 70 pedaços.

As investigações revelaram que o terrorista carregava a bomba no interior de seu corpo, algo até então inédito. “Explosivos ingeridos, ou melhor introduzidos como um supositório, são indetectáveis”, admitiram os especialistas europeus. A ‘novidade’ colocou as autoridades mundiais em alerta, pois tal modo de operação para cometer atentados representa um desafio para as atuais estruturas de segurança, principalmente no que diz respeito nos controles de embarque em aeroportos. Somente um exame de raio X teria permitido detectar o explosivo.

Um outro atentado cometido em setembro, no Afeganistão, também pode ter sido orquestrado da mesma forma.