Surto de ebola já matou 729 e teve 13 mil casos, diz OMS

0
725

O Surto de ebola que afeta a África Ocidental já infectou 1.323 pessoas, das quais 729 morreram, segundo a última apuração realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A Organização especificou, em comunicado na quinta-feira (31), que a situação “se mantém precária” com transmissão sustentada na comunidade e nos centros de saúde.

Os porta-vozes da OMS continuam insistindo em sua preocupação, porque persistem as crenças equivocadas em torno da doença, e a população não abre mão de costumes ancestrais como lavar e abraçar os corpos antes de enterrá-los, o que expõe ao contágio com o vírus.

A doença – que é transmitida por contato direto com o sangue e fluidos corporais de pessoas ou animais infectados – causa hemorragias graves e a taxa de mortalidade chega a 90%.

A OMS ativou a Rede Global de Alerta e Resposta (GOARN, na sigla em inglês) – rede formada por agências internacionais, governos, universidades, e outras entidades – e solicitou especialistas em diversas áreas que possam viajar aos três países envolvidos para tentar conter o surto.