TALENTO NOSSO: Diogo Brown é mais um brasileiro a fazer sucesso no sul da Flórida

0
324

Novo nome no cenário musical

O músico, compositor e produtor Diogo Brown está no sul da Flórida há pouco mais de um ano, mas aos poucos está escrevendo seu nome com letras fortes no cenário local. Depois de lançar seu primeiro álbum solo instrumental, ‘Daqui pro Mundo’, o artista de 27 anos, nascido em Niterói (Rio de Janeiro), começou a receber convites de todos os lados: participou do último espetáculo do Brazilian Voices e se apresenta todas as últimas sextas-feiras de cada mês num dos palcos sagrados do jazz em Miami, o Arturo Sandoval Club, com o grupo Lanzallamas Monofonica.

“Tenho muitas saudades do Brasil, mas a minha carreira está acontecendo aqui nos Estados Unidos de uma forma mais intensa e rápida”, explica Diogo, que tem suas músicas tocadas em duas rádios do sul da Flórida, entre elas a WDNA (88.9 FM), especializada em música de qualidade. Seu estilo de música instrumental brasileira mistura samba, baião, salsa e hip-hop, o que combina perfeitamente com a diversidade cultural de Miami.

Diogo aprendeu a tocar teclado aos nove anos, mas logo se encantou pelo contrabaixo e estudou na Uni-Rio e na Escola de Música Villa-Lobos por mais de quatro anos. Suas principais influências foram o jazz e a bossa nova, mas sua primeira incursão profissional foi na banda do cantor Bebeto, considerado o rei do swing e do sambalanço. Tocou também ao lado de feras como Paulo Moura, Banda Black Rio, Zeu Brito, Luka e Seu Jorge, além de ter integrado a bateria da Escola de Samba da Mangueira. A percursão, aliás, é outra de suas paixões.

A vinda para os Estados Unidos aconteceu de forma curiosa: integrante do elenco de ‘A Máquina’, filme do parceiro João Falcão do qual ele também foi responsável pela trilha sonora, Diogo veio para a América para participar do Brazilian Film Festival. “Foi quando me apaixonei pela minha mulher e acabei ficando”, conta o músico, que mora em West Palm Beach. Ele sempre teve forte ligação com as artes, tanto que também já tinha integrado a equipe que produziu a peça de teatro ‘O Pequeno Príncipe’, no Rio de Janeiro, e do futuro filme sobre a vida de Ronaldinho Gaúcho.

Com relação ao Lanzallamas Monofonica, ele vibra com o som diferente que o grupo tem apresentado ao público da Flórida: “Isso é resultado da mistura dos integrantes”, afirma Diogo, ressaltando que entre os músicos estão um mexicano, um argentino, um colombiano, um cubano, e um americano, além dele próprio. O Lanzallamas fará um show especial, no próximo dia 27 de junho, no Arturo Sandoval, quando tocará as músicas de Diogo Brown. “A partir dali, dou início à turnê, e em Miami o show será no Colony Theatre.
Nas últimas semanas ele também está envolvido com o processo de composição das músicas de seu segundo trabalho solo. “Estou reformulando algumas de minhas músicas, dando uma cara mais moderna. O objetivo é lançar o CD em 2009”, torce Diogo, que tem passado muitas horas no estúdio. Quem quiser conhecer um pouco mais do artista e saber dos shows aqui na nossa área pode acessar o site www.diogobrownbass.com.