Tea Party desponta como uma nova força

0
590

O movimento ultraconservador do Tea Party confirmou que superou o depreciativo status de folclore político para se tornar uma real força no cenário eleitoral americano. Com Rand Paul, os radicais de direita conseguiram a cadeira no Senado em disputa no Kentucky, já em mãos da direita. Na Flórida, os conservadores mantiveram a vaga na Casa com o hispânico Marco Rubio.

Por outro lado, Christine O’Donnell, um dos nomes mais populares e também mais radicais do movimento, perdeu a disputa pelo Senado para Christopher Coons, que manteve a cadeira deixada vaga por Joe Biden, vice-presidente de Obama. Segundo o “New York Times”, quatro em cada dez eleitores disseram apoiar as políticas do movimento. Analistas avaliam que, embora em pequeno número, o movimento terá poder de pressão no seio do Partido Republicano, e poderá exercer influência no direcionamento de políticas.