Toque de recolher na Tailândia marca fim dos confrontos

0
401

Choques entre governo e militantes de oposição deixaram pelo menos seis mortos

Para conter a violência que assustou a população depois dos confrontos entre as tropas do governo e os chamados “camisas vermelhas”, de oposição ao regime, foi estabelecido um toque de recolher na Tailândia. Os confrontos deixaram pelo menos seis mortos em Bangcoc, com os grupos oposicionistas incendiando o edifício da Bolsa de Valores da capital e atacandoo prédio de um canal da televisão estatal.

Os choques aconteceram em represália à operação do Exército para desmontar acampamento dos manifestentes no distrito financeiro. Cerca de 20 prédios foram incendiados em Bangcoc, mas o governo já retomou o controle da situação, depois que os líderes do movimento já se entregaram e concordaram em tentar a reconciliação nacional.

Os camisas vermelhas, a maioria de origem pobre, iniciaram o movimento em meados de março para exigir a renúncia do premiê e a convocação de eleições legislativas antecipadas.Eles consideram o governo ilegítimo e apoiam o ex-premiê Thaksin Shinawatra, que deixou o país após um golpe de Estado em 2006. Apenas na semana passada, os confrontos haviam feiro pelo menos 37 mortos e mais de 100 feridos.