Torcer para o Palmeiras é uma roleta russa

0
1055
O zagueiraço palmeirense Gustavo Gomez foi um dos responsáveis pela perda do título da Recopa Sul-Americana (Foto: Cesar Grecco/Palmeiras)
O zagueiraço palmeirense Gustavo Gomez foi um dos responsáveis pela perda do título da Recopa Sul-Americana (Foto: Cesar Grecco/Palmeiras)

Na condição de palmeirense militante, não posso deixar de mencionar que estou de cabeça quente. Afinal, o Verdão teve chance de conquistar dois troféus em uma semana, mas desperdiçou as oportunidades e teve de se contentar com os vice-campeonatos.

Após um merecido período de descanso após a conquista da Copa do Brasil, os titulares do Palmeiras voltaram aos campos na quarta-feira, 7 de abril, para enfrentar o Defensa y Justicia, um clube argentino com pouca história no futebol sul-americano.

O time, cuja sede fica no sul de Buenos Aires, havia conquistado apenas um título de expressão (Copa Sul-Americana de Futebol), entrou como zebra contra o atual campeão da Copa Libertadores da América.

E o favoritismo palmeirense se confirmou ao vencer o adversário em seu campo pelo placar de 2 a 1, o que lhe garantiu a vantagem de apenas empatar para conquistar a Recopa – competição que reúne os campeões da Libertadores da América e da Copa Sul-Americana – as duas principais competições organizadas pela Conmebol.

No meio da disputa deste torneio, o Verdão enfrentou o Flamengo no domingo (11) em Brasília, para definir qual é o melhor time brasileiro na atualidade. O Flamengo era justamente apontado como favorito devido ao seu elenco recheado de craques. O Palmeiras compensa esta vantagem por ter um elenco mais homogêneo, ou seja, o técnico Abel Ferreira utiliza cerca de 18 jogadores que se revezam na titularidade.

Flamengo x Palmeiras: um jogão!

Flamengo e Palmeiras protagonizaram no Estádio Mané Garrincha uma das melhores partidas jogadas do futebol brasileiro nos últimos tempos, com muita emoção, categoria, e alternativas no predomínio técnico e no plano tático.

O jogo mal havia começado e o meia Raphael Veiga abriu o placar com um golaço. Depois de chances desperdiçadas por parte dos dois times, o Mais Querido chegou ao empate com Gabigol, que aproveitou a bola na trave chutada por Felipe Luís. No final da primeira etapa, o meia De Arrascaeta chutou da entrada da área, fora do alcance do goleiro Weverton.

Com as alterações processadas por Abel Ferreira, o Alviverde voltou com outra postura e passou a dominar o jogo, chegando ao empate após a marcação de um pênalti de Rodrigo Caio sobre Rony, convertido por Veiga. 

O placar levou a decisão para a série de penalidades máximas. O Palmeiras chegou a fazer 3 a 1, entretanto, com os pênaltis desperdiçados por Luan e Danilo permitiu a igualdade. Aí no revezamento, Mike errou sua cobrança e Rodrigo Caio converteu, garantindo a taça da Supercopa na Gávea.

Palmeiras x Defensa y Justicia: um show de horrores

O Verdão permaneceu na Capital Federal à espera de seu adversário. O time argentino tinha uma dura missão pela frente, que ficou ainda mais complicada depois de o Palmeiras abrir o placar com o pênalti bem cobrado por Raphael Veiga. Porém, ainda no primeiro tempo, o Defensa y Justicia empatou o jogo com Brayan Romero.

No segundo tempo, o lateral Mathias Vina foi expulso por suposta agressão em um zagueiro do clube visitante. Aí os argentinos aumentaram a pressão e conseguiram fazer 2 a 1 em uma falha individual de Alan Empereur que tentou sair jogando, perdeu a bola e permitiu um chute bem colocado de Marcelo Benitez.

Veio então a prorrogação e novamente o intrépido Rony sofreu pênalti ao ser empurrado pelo goleiro Usain. Depois de muita reclamação, o árbitro (que teve péssima atuação) expulsou Romero deixando as duas equipes com dez jogadores. O momento era de assegurar o título da Recopa Sul-Americana. A responsabilidade ficou no pé de Gustavo Gomez que bateu mal e permitiu a defesa do goleiro.  O placar ficou inalterado até o final do tempo extra.

Na série de pênaltis, nova decepção. Enquanto os argentinos acertaram suas quatro cobranças, Luiz Adriano e o goleiro Weverton desperdiçaram, dando assim o título ao time visitante. Pela primeira vez na história desta competição, o campeão da Copa Sul-Americana derrotou o campeão da Copa Libertadores da América.

Agora resta à comissão técnica e aos jogadores fazer uma avaliação e corrigir os erros para voltar a conquistar títulos.

Santos dentro, Grêmio fora

O Santos avançou à fase de grupos da Copa Libertadores depois de viver alguma emoção e ceder o empate por 2 a 2 ao San Lorenzo, na noite de terça-feira (13), em Brasília, pelo jogo de volta da terceira fase – o Peixe já havia vencido a partida de ida por 3 a 1, em Buenos Aires. O time de Ariel Holan abriu dois gols de vantagem, com Marcos Leonardo e Pará, ficou com um jogador a mais após a expulsão de Rojas, mas sofreu no fim. O San Lorenzo buscou o empate com Di Santo e Ángel Romero, martelou e fez do goleiro João Paulo o melhor jogador da partida: foram grandes defesas no fim, principalmente em uma cabeçada de Óscar Romero. O sonho do tetra continental está vivo, mas o Santos precisa tirar lições dessa atuação para não ter novos sustos no futuro.

O Santos estreia no Grupo C da Libertadores na próxima terça-feira, contra o Barcelona de Guayaquil, em casa – The Strongest e Boca Juniors são os outros times da chave. Já o San Lorenzo tem como “prêmio de consolação” a Copa Sul-Americana: vai para o Grupo A, ao lado de Rosario Central, Huachipato (Chile) e 12 de Octubre (Paraguai).

Desclassificação causa saída de Renato

O Grêmio voltou a perder para o Independiente del Valle por 2 a 1 e deu adeus à Libertadores. O jogo de volta da terceira fase ocorreu na noite de quarta-feira, na Arena. E os equatorianos repetiram o placar da ida, no Paraguai. O Grêmio teve inúmeras chances de abrir o placar no primeiro tempo. Mas só converteu uma, num belo chute de fora da área de Jean Pyerre. Só que nos acréscimos, Ortiz converteu falta e empatou. No segundo tempo, Maicon foi expulso. Três minutos depois, Ortiz aproveitou a falha de marcação da defesa gremista, marcou o seu segundo gol, decretando a vitória e a classificação do Del Valle.

Com o resultado, o Del Valle avançou para o Grupo A da Libertadores, junto do Palmeiras, Defensa y Justicia-ARG e Universitario-PER. Os equatorianos estream na próxima quarta-feira contra o Defensa y Justicia.

Já o Tricolor gaúcho teve de se contentar em disputar a Copa Sul-Americana, onde integra o Grupo H, ao lado de Aragua (VEN), Lanús (ARG) e La Equidad (COL). Em consequência desta má campanha, Renato Portaluppi não é mais técnico do Grêmio. O treinador pediu demissão do cargo na manhã de quinta-feira (15), após a eliminação na terceira fase da Libertadores para o Independiente del Valle, na noite de quarta-feira (14). 

Semifinais da Champions League

Já estão definidos os quatro semifinalistas da Liga dos Campeões da Europa. De um lado, o multicampeão Real Madrid enfrentará o Chelsea de Londres, que já conquistou um título – foi inclusive o adversário do Corinthians no Mundial Interclubes de 2012. Do outro lado, duas equipes que ainda buscam este título: O Manchester City de Pep Guardiola, que tem no elenco De Bruyne e Gabriel Jesus, e o PSG, de Mauricio Pochettino, dos craques Neymar e Mbappé.

LaLiga Santander é a liga mais competitiva e emocionante da Europa

Disputa acirrada pelo título da La Liga torna o campeonato espanhol um dos mais emocionantes da Europa (Foto: LaLiga)
Disputa acirrada pelo título da La Liga torna o campeonato espanhol um dos mais emocionantes da Europa (Foto: LaLiga)

A corrida pelo título da LaLiga Santander 2020/2021 está pegando fogo. Faltando apenas oito rodadas para o final da temporada, a luta pela conquista é disparada a mais parelha da Europa. Atlético Madrid (67 pontos), Real Madrid (66) e FC Barcelona (65) lideram a classificação e há apenas dois pontos entre o primeiro e o terceiro lugar. O Sevilla FC, em quarto, também quer entrar nessa briga, com 61 pontos.

As equipes lutam até ao seu limite todas as rodadas, e tudo pode acontecer daqui até ao final da temporada. Os fãs e os jogadores estão sentindo a tensão e a paixão dessas partidas finais no que tem sido uma campanha espetacular da LaLiga Santander. Os resultados da última rodada, com o Real Madrid a vencer o ElClásico por 2-1 e o Atlético a empatar por 1-1 com o Real Betis, são o mais recente exemplo de quão aberta e emocionante a LaLiga tem sido.

A situação, com tantos candidatos ao título, é praticamente incomparável se olharmos para as últimas temporadas do futebol espanhol. No entanto, também é único quando se compara com as outras ligas importantes da Europa. Na Premier League da Inglaterra, por exemplo, o Manchester City está no controle há algum tempo e com 11 pontos à frente do Manchester United, que também está sete pontos acima do Leicester City, terceiro colocado.

Na Bundesliga da Alemanha, o Bayern de Munique está a caminho do nono título consecutivo, com uma vantagem de cinco pontos sobre o RB Leipzig. Enquanto isso, na Série A da Itália, a Inter está prestes a bater a Juventus depois de seus também nove títulos consecutivos, com 11 pontos a mais que o AC Milan, segundo colocado, e 12 a mais que a Velha Senhora. Apenas na Ligue 1, na França, a disputa pelo título é mais acirrada, embora o Lille tenha uma vantagem de três pontos sobre o PSG com apenas seis rodadas restantes.