Total Help abre filial na França

0
562

Empresa de serviços e assessoria para solução de questões legais amplia sua área de atuação internacional

DA REDAÇÃO – A Total Help entendeu perfeitamente o conceito de globalização. Hoje, a empresa de serviços e assessoria de questões legais atua nos Estados Unidos com escritórios em Massachusetts e na Flórida e no Brasil, onde abriu unidades nas cidades de Goiânia e Governador Valadares, em Minas Gerais.

Agora, o processo de internacionalização se amplia com a abertura de um escritório em Paris, conforme explica Regiane Luna, presidente do grupo Total Help. Sentimos a necessidade de atuar num segmento que estava descoberto, o de agir como procurador de brasileiros que vivem no Exterior e não podem ir ao Brasil.

Assim, a empresa foi especializando-se em conseguir divórcios, dar entrada em pedidos de aposentadorias, solicitar Fundo de Garantia e outros assuntos importantes que as pessoas necessitam que sejam feitos. Notamos que há muitos brasileiros voltando, mas há um grupo que decidiu permanecer, porque já tem famílias aqui. Mas, por não terem documentos para viajar, contratam nossos serviços, comentou Regiane.

Ela garante que a Total Help resolve os problemas dos imigrantes a preços razoáveis. Ela inclusive citou que um divórcio no Brasil sai em duas semanas e o custo é de $1,200, que pode ser pago em três vezes. Estamos fazendo um trabalho deste para uma cliente brasileira que mora na Holanda e precisa conseguir o atestado de divórcio no Brasil para se casar com um americano, cidadão holandês, exemplificou.

Ou seja, a companhia já vem atuando na Europa e isto vai intensificar-se ainda mais a partir de 1º de junho, após a inauguração oficial do escritório em Paris. A escolha pela França deve-se ao fato de ficar no centro da Europa e pela facilidade de transporte e comunicação.
Animada com as perspectivas, Regiane Luna confidenciou que pretende ampliar estes serviços para o público hispânico, um mercado bem maior. Admito que é um passo bem mais largo, mas estamos fazendo as coisas dentro da realidade. Portanto, atender à comunidade latina deve ser nossa próxima meta. Para isto, já estamos começando até mesmo a formalizar acordos com advogados em vários locais, finalizou a empresária.