Traficantes usam indocumentados no México

0
350

Máfia de traficantes de indocumentados a serviço dos narcotraficantes usa os centro-americanos para cruzar a droga para os Estados Unidos sem que eles saibam

Uma máfia de 220 traficantes de indocumentados a serviço dos “Zetas” controla uma rota que atravessa o país de sul a norte iniciando em Tapachula, Chiapas, até Houston, Texas, para transportar droga. Utilizam os imigrantes como “mulas”, sem que eles saibam, e obtêm assim lucros anuais em torno de US$207 milhões.

“Usando nós como guias, se você for indocumentado, cobramos US$3,300 para os Estados Unidos. A metade em Piedras (Coahuila) e a metade em Houston. Em Piedras é dada uma bolsa fechada e dissemos a eles que ali levam água e comida, mas é mentira: levam droga escondida”, revela um dos que ajudam a cruzar os ilegais e que trabalhou durante três anos com os narcotraficantes.

Em uma gravação que está em poder das autoridades mexicanas, Juan Carlos, “O Chacal”, que chegou a cruzar mais de mil indocumentados, detalhou que a organização gasta cerca de US$5,000 mensais para corromper as polícias federais e funcionários do Serviço Nacional de Imigração (INM) ao longo da rota.

“O tráfico dos indocumentados é uma proteção para contrabandear a droga. Cada um leva meio quilo de cocaína na maleta”, conta.