Tragédia em São Paulo

0
1168

Acidente com Airbus da TAM pode ter causado quase 200 mortes

Um avião da TAM que chegava ao Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, vindo de Porto Alegre derrapou na pista e se chocou contra um prédio de carga da própria empresa paulista. Na aeronave, um Airbus, estavam 176 pessoas a bordo, entre passageiros e tripulação. O número de vítimas da tragédia ainda não foi confirmado, mas a julgar pelo relato das equipes do Corpo de Bombeiros e pelas explosões no local é praticamente impossível a existência de sobreviventes, o que faz deste acidente o maior da aviação brasileira.

O vôo 3054 saiu do Rio Grande do Sul às 17:16 pm e menos de uma hora depois chegaria à capital paulista. No entanto, no momento da aterrisagem, o avião perdeu o controle e acabou derrapando quando o piloto tentou arremeter, segundo especialistas em aviação. A tragédia poderia ser ainda pior: o Airbus atravessou uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, no horário do rush, e atingiu o prédio da TAM Express após o fim do expediente do turno mais movimentado. Os primeiros relatos dão conta de que alguns funcionários da companhia pularam do edifício de três andares para fugir do fogo e da fumaça. Um deles morreu antes mesmo de ser atendido num dos hospitais da região, com traumatismo craniano.

A TAM emitiu alguns comunicados aos familiares dos passageiros e à imprensa, mas a lista das pessoas no vôo só poderia ser divulgada após a chegada do corpo de bombeiros à aeronave. Alguns corpos carbonizados foram retirados dos destroços até o final da noite. A Aeronáutica já começou a investigar as causas do acidente. A hipótese mais provável é a de falha humana.

Matérias Relacionadas

Airbus envia equipe para investigar acidente em SP

Acidente brasileiro virou manchete em todo o mundo

Papa reza por vítimas de acidente da TAM