TV Brasil Internacional já está disponível nos Estados Unidos

0
667

Com programação dedicada à cultura e informação, canal público é veiculado pela Dish Network

Já está no ar nos Estados Unidos, operada pelo canal por assinatura Dish Network, a TV Brasil Internacional, primeira emissora pública de televisão do País que chega à comunidade brasileira no exterior. A maior parte da programação é dedicada a temas como educação, cultura, entretenimento e informação, com uma grade que contempla três horas diárias de atrações para o público infantil. Até o dia 5 de janeiro, os assinantes terão acesso gratuito aos programas no canal 597, dentro do pacote de língua portuguesa, que tem ainda a Globo, a Record e a RTP (Portugal).

O canal foi inaugurado em 2007 e, conforme anunciado pela presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Tereza Cruvinel, durante a segunda edição da Conferência do Itamaraty, no ano passado, o governo sempre teve o interesse de ampliar o alcance da programação para os mais de três milhões de emigrantes brasileiros ao redor do mundo. O sinal do braço internacional da empresa começou a ser transmitido em maio de 2010 para a África, alguns países da América Latina e Portugal, chegando agora aos Estados Unidos. A escolha das regiões, conforme anunciado por Cruvinel, obedeceu a questão da disponibilidade de satélite.

Durante o período de implantação, os diretores da TV Brasil realizaram uma pesquisa junto à comunidade para apurar a preferência em relação ao tipo de programação e os horários que normalmente as famílias estão diante da televisão. As sugestões foram enviadas através do site da emissora (www.tvbrasil.org.br), resultando numa grade que prima pela diversidade.

Alguns programas são produzidos especificamente para os brasileiros residentes no exterior: a comunidade poderá acompanhar no ‘Brasileiros no mundo’, ‘Conexão Brasil’ e ‘Fique ligado’ histórias da comunidade e uma agenda eletrônica de eventos locais. Em programas como o ‘Rede Jovem de Cidadania’, ‘Programa Especial’ e ‘Doc TV’, o foco está nas pessoas que vivem em cidades brasileiras e de países da América Latina.

O jornalismo é um dos pontos fortes da TV Brasil Internacional. O ‘Repórter Brasil’, por exemplo, é um telejornal transmitido duas vezes por dia, isso sem falar nos programas de debates e entrevistas, como o ‘Sem Censura’ e o ‘Comentário Geral’. Uma novidade é o ‘Jornal Visual’, também diário, o primeiro telejornal voltado para o público com deficiência auditiva.

A cultura não foi esquecida. Programas como ‘Cena Musical’ e ‘Revista do Cinema Brasileiro’, ‘Viola Minha Viola’ e ‘Som Rural’, os dois últimos com foco em musicais regionais, além do ‘A Grande Música’, para os fãs de música clássica, vão mostrar o que de melhor acontece no País em termos de manifestações artísticas. Há outras opções, como ‘Expedições’ (com Paula Saldanha), ‘Varadouro’ (sobre a realidade amazônica), ‘Cultura Ponto a Ponto’ (série sobre cidadania cultural), e programas de Documentários sobre temas atuais, como ‘Caminhos da Reportagem’, DOC TV (realizados por produtoras independentes de vários estados), ‘Cenas do Brasil’ (documentário e debate sobre políticas públicas), ‘Mobilização Brasil’ (mostra iniciativas tecnológicas e culturais bem sucedidas).

Mas é o público infantil o maior beneficiado pela programação da TV Brasil Internacional. São três horas de atrações com abordagem pedagógica e que vão ajudar a resgatar nos nossos pequenos os valores da cultura e do folclore brasileiros. Quem não se lembra da ‘Turma do Pererê’, de Ziraldo? Pois este é um dos programas na grade, que terá ainda o ‘Curta Criança’, o ‘ABZ do Ziraldo’, com dicas para a preservação do meio-ambiente, e o ‘Dango Balango’, com vídeos sobre os costumes de crianças de vários países.

Ou seja, o novo canal ajudará a criar um contato permanente e direto entre o Brasil e a comunidade pelo mundo, além de facilitar a interação com o governo. “Este diálogo será mais aberto, favorecendo a divulgação dos serviços e ações consulares, campanhas do governo de âmbito eleitoral ou mesmo oferecendo na área da educação, alguns cursos a distância “, disse certa vez o ministro Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores. Entre os próximos passos da EBC estão a disponibilidade da emissora na Espanha e no Japão. Acompanhe a programação ao vivo no site www.tvbrasil.ebc.com.br/internacional.