Um camaleão da música brasileira

0
573

Pode ser um palco tradicional ou um sambódromo, se tem música o maestro se sente em casa

Em setembro, um dos maiores gênios da música brasileira, o maestro João Carlos Martins, se apresentará na Flórida e em Nova York. A genialidade é facilmente comprovada. Como poucos, ele navega entre diferentes gêneros musicais de uma maneira que raramente é vista.

Um site especializado em casamentos fez uma reportagem em que indicou as 5 melhores músicas da história para uma noiva entrar na igreja no dia da cerimônia. Precisava, para escolher as músicas, ouvir um especialista no assunto e João Carlos Martins foi o escolhido.

Bom gosto, conhecimento musical, sensibilidade o maestro reúne todos os ingredientes necessários para uma consulta assim e, depois de uma pesquisa mental entre milhares de obras que já ouviu e executou ele indicou:

Ária da 4ª Corda, J. S. Bach
2º Movimento do Concerto em Fá menor para piano, J. S. Bach
Tema do Cinema Paradiso, de Ennio Morricone
18ª Variação da Rapsódia sobre um Tema de Paganini, Rachmaninoff
1º Movimento do Concerto de Brandenburgo nº 2, J. S. Bach

A maioria das músicas escolhidas ser de Johann Sebastian Bach não é por acaso. O maestro João Carlos Martins já foi considerado um dos maiores intérpretes do mundo do compositor alemão.

O próximo passo

Agora João Carlos Martins, mais uma vez, faz história.

O maestro leva para o palco o que parece impossível, a mistura do clássico e do samba, um dos ritmos mais populares do mundo.
Ele vai trazer, junto com a Orquestra Filarmônica Bachiana Sesi-SP, parte da bateria da Vai-Vai.

O dia do desfile com a Vai-Vai, foi um dos mais emocionantes da minha vida. Acredito que não haja limites para a emoção. Então, resolvi misturar duas paixões, diz o maestro sobre a mais nova ousadia.

O resultado da mistura vai poder ser vista na Flórida e em Nova York. No dia 22 de setembro o maestro vai reger a orquestra e a bateria em Fort Lauderdale, no Broward Center for the Performing Arts, e no dia 25 em Manhattan.

Uma ótima notícia é que o preço dos ingressos está mais para o samba do que para a música clássica, apenas 20 dólares para testemunhar mais esse capítulo da história da música. Mais um motivo para ninguém perder este espetáculo.