Universidade investe no ensino de português

0
390

Joselina Reis

O Brasil está na mídia e isso está despertando a curiosidade do público pelo ensino do português. A Universidade de Delaware é mais uma a investir no idioma como curso alternativo para os alunos. Com isso, surge mais uma opção de trabalho para os brasileiros que moram nos Estados Unidos: a de professor de português.

A jornalista brasileira Daiane Tamanaha formada em jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, comemora o investimento no idioma por parte das instituições americanas. Ela já está em seu segundo contrato, o primeiro foi com a Universidade de Princeton, ensinando seu idioma para americanos que esperam incrementar seu curriculum no mercado de trabalho e para pessoas que querem aprender a se comunicar com a comunidade brasileira. “Maioria tem um objetivo em aprender o português. Eles estão de olho no crescimento do Brasil e por que não pensar que um dia possam precisar do português para aumentar suas chances de empregabilidade?”, lembra.

Para Daiane a nova oportunidade de trabalho abriu caminho para uma profissão até então inimaginável: a de professora de línguas. Ela está no EUA acompanhando o marido que termina o curso de pós-doutorado e planeja voltar ao Brasil em 2015 e continuar no novo ramo de atividade. “Eu quero ensinar português para estrangeiros e, inglês para os brasileiros”, planeja.

Em Delaware, em média, as turmas possuem entre 15 a 24 estudantes. O grupo se reúne uma vez por semana para aulas de conversação. Daiane tem 16 alunos e garante que a experiência de ensinar o próprio idioma é maravilhosa. “Você sabe o uso, mas para fazer outra pessoa entender é preciso mais técnica. Eu voltei a estudar o português para poder ajudá-los”, lembra. Na universidade a disciplina é optativa.