Vedete brasileira anima bar em Hollywood

0
1304

Ivana RJ é a sensação carioca do clube Spice Resto Lounge com seu gingado e coquetéis

Miriam Andrade


Ivana RJ une simpatia, talento e beleza para manter o alto astral em Hollywood

Como o nome artístico mesmo sugere, Ivana RJ, esta louraça de São Gonçalo, que tem a imagem da estátua do Cristo Redentor tatuada na nuca (e um corpo escultural), é uma singular e única representante do carnaval carioca em todo o circuito de bares, restaurantes e casas noturnas conhecido como o coração de Downtown Hollywood, no condado de Broward, na Flórida.

Há sete anos, três noites por semana, ela se apresenta como uma das grandes atrações do clube Spice Resto Lounge, do qual o brasileiro Arnie Batista é um dos donos. Não só preparando coquetéis tropicais como uma mixologista de mão cheia, mas também dançando samba, pagode, merengue, regaton e outros ritmos latinos em cima do balcão, Ivana RJ leva os clientes ao delírio, e os vídeos de suas apresentações solos no clube já viraram uma atração também no YouTube.

Apesar de vestida em trajes mínimos, ora como passista de escola de samba (de salto alto, plumas e paetês), ou em mini shorts, sutiãs de lantejoula e botas de cheerleaders, Ivana faz questão de ressaltar que o clube Spice não e de strip tease. Apesar de só aceitar gorjetas com as mãos e não poder ser tocada sob hipótese alguma, alguns clientes gostam tanto de seu show que já fizeram “chover” até 400 dólares em notas de singles, de uma vez, sobre ela.

O clube latino Spice Presto não é gay, nem de lésbicas ou de conotação erótica, mas conta com uma equipe de quinze atrativos bartenders e garçonetes de ambos os sexos que se fantasiam e se apresentam em shows de música ao vivo ou ao som de DJ, dançando sobre o balcão, fazendo uma alusão ao famoso filme Coyote Ugly, mas numa versão latina, que já rendeu ao clube o título de uma das melhores casas de show noturnas do sul da Flórida, segundo publicações americanas Travel Magazine e Trip Advisor. A atmosfera festiva do clube também se estende a uma pista de dança sempre lotada com ritmos contagiantes.

Ivana não é a única performer brasileira a participar do show, mas é a única vedete do Rio de Janeiro e, por conta de seu carisma, tem participação solo com duração de meia hora às sextas e sábados, à 1:30pm. “A paixão pela dança começou quando era criança e, além de me fantasiar para desfiles de carnaval, também me apresentei e ganhei prêmios por dançar em praticamente todas as festas folclóricas da escola, festas juninas de bairro, etc.”, contou Ivana que, aos 19 anos, candidatou-se num concurso para dançar com Carla Peres no famoso grupo Tchan, mas se classificou em segundo lugar, perdendo para a vencedora Sheila Mello, durante um concurso realizado no Shopping Center Rio Sul.

Vinda para os EUA

Com apenas 20 anos, separada de um casamento com um músico brasileiro e com um filho de 5 anos, Ivana RJ era professora de inglês no Instituto Wizard, em São Gonçalo (Niterói), quando conheceu e se apaixonou por um americano, com quem veio sozinha para os Estados Unidos para se casar e morar em Boca Raton. “Quando chegamos aqui, ele me levou para passear em Miami e acabamos indo assistir a um show brasileiro de pagode num clube na praia de South Beach chamado Mango’s. Daí, não resisti e caí na zoeira do samba.

O americano era muito ciumento e acabamos terminando a relação ali mesmo”, lembrou satisfeita a louraça, contando que na mesma noite foi convidada pelo manager brasileiro Arnie Batista para trabalhar como hostess e dançarina do famoso clube.

“Trabalhei no Mango’s por sete anos. Além deles terem me patrocinado um ótimo curso na escola de bartenders de Miami, tive a oportunidade de morar, conhecer, e me apresentar como dançarina para gente de todo o mundo na praia de South Beach e integrar vários grupos famosos de shows de brasileiros aqui na América” , relembrou orgulhosa a carioca, que, assim como a vedete Virginia Lane, também veio ao mundo como morena, mas usou e abusou da sorte de ficar bonita ao tingir os cabelos e se passar por loira natural.

Depois de sete anos no Mango’s, Ivana RJ foi levada pelo manager brasileiro para trabalhar por outros sete anos no clube Spice Resto Lounge, em Downtown Hollywood, onde ela é reconhecida como uma espécie de bartender, vedete e estrela que se tornou atração principal. Mas, apesar de trabalhar longas horas (das 4pm às 4am), esta brasileira que adora natureza, viajar e já conheceu até a casa de um de seus ídolos (o cantor de reggae Bob Marley, na Jamaica) não conseguiu guardar dinheiro, porque ajudou a mãe e o filho, que agora está com vinte anos e, além de não querer vir para os EUA, teve o visto de entrada negado pelo serviço de imigração dos EUA no Brasil.

Solteira, “livre e desimpedida”, como ela mesma se define, esta carioca de corpo escultural, cultivado religiosamente em uma academia de ginástica americana, tem um sonho: “Quero ainda conhecer, me apaixonar, casar e ter uma filha com um carioca de verdade aqui nos EUA. Sei que aqui quase não tem carioca, mas para Deus nada e impossível”, confia a cabrocha, que, mesmo ganhando o pão nosso de cada dia trabalhando na boemia, ainda arruma tempo para malhar, e está se formando no ano que vem como técnica de raio X pela Universidade de Miami.”Afinal, o tempo está passando e já não sou mais uma garotinha como quando cheguei aqui há 15 anos”, contou a escorpiana com rostinho de boneca, que torce pelo Fluminense, e conquistou a América com seu rebolado.” Não faço isto por dinheiro, e sim por paixão “, concluiu.

Conhecida como casa do samba, capoeira, fire show (Xangô) e live music, a Spice Resto Lounge fica no número 1934, na Hollywood Bouvelard, em Downtown. O lugar fica aberto até às 4am, mas uma boa pedida é chegar cedo, e curtir um happy hour inesquecível, regado a coquetéis tropicais como o Bahama Mama, especialidade da bartender Ivana RJ. Ou seja, além de um senhor rebolado, ela sabe muito bem how to shake this drink.