Venda da Chrysler para a Fiat é concluída

0
419

A Suprema Corte dos Estados Unidos rejeitou na terça-feira uma apelação apresentada por um fundo de pensão do estado de Indiana, permitindo assim a venda dos melhores ativos da Chrysler e a reestruturação da empresa.

A conclusão da operação inclui a criação de uma “nova Chrysler”, da qual em um primeiro momento a Fiat terá 20%, mas com a possibilidade de aumentar a participação progressivamente até 35%.

Os governos dos Estados Unidos e Canadá serão proprietários de 10% e um fundo sindical dos 55% restantes.

O grupo italiano terá a opção de assumir o controle a partir de 2013 da nova empresa, cujo diretor geral será o presidente da Fiat Sergio Marchionne. As ações da Fiat registraram alta na manhã de quarta-feira na Bolsa de Milão, de 3,84%, a 7,715 euros.