Venezuela e EUA normalizam relações diplomáticas

0
689

Venezuela e Estados Unidos decidiram normalizar suas relações diplomáticas e concordaram que “o mais breve possível” retornarão a cada país os embaixadores expulsos em setembro pasado.

O acordo foi formalizado pelo chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, e o secretário de Estado adjunto dos Estados Unidos para a América Latina, Thomas Shannon, durante uma conversa telefônica, segundo o diário Ultimas Noticias, de Caracas, citando uma fonte oficial venezuelana.

Maduro e Shannon combinaram que “o mais breve possível” retornem a seus postos os embaixadores da Venezuela em Washington, Bernardo Álvarez, e dos Estados Unidos em Caracas, Patrick Duddy, comentou o jornal.

Shannon comunicou-se por telefe com Maduro para manifestar o “interesse” do presidente americano, Barack Obama, em normalizar as malogradas relações diplomáticas, limitadas a encarregados de negócios desde setembro passado.

O mandatário venezuelano, Hugo Chávez, expulsou o então embaixador Duddy em solidaridade com uma ação similar de seu colega da Bolívia, Evo Morales. O governo americano, na época presidido por George W. Bush, por sus vez expulsou o embaixador Álvarez.
Chávez e Obama protagonizaram um inesperado acercamento durante a Conferência das Américas de Trinidad e Tobago em abril passado, quando expressaram sua disposição de recompor as relações bilaterais.

A secretária de Estado, Hillary Clinton, disse em abril deste ano que seu governo concordou em “considerar o intercâmbio de embaixadores”. Hillary comentou que vão decidir a melhor forma de trabalhar juntos.