Vídeo da CNN mostra funcionários do Aeroporto de Miami furtando malas

0
3298

Câmera escondida flagrou o furto de câmeras, iPads, notebooks e joias em áreas de segurança do aeroporto

DA REDAÇÃO (com CNN) – Um vídeo divulgado nesta terça-feira (14) pelo canal de notícias americano CNN mostrou funcionários do Aeroporto Internacional de Miami furtando itens de malas de passageiros. Desconfiados do que estava acontecendo e diante das centenas de reclamações de passageiros, policiais instalaram câmeras escondidas em locais estratégicos e fizeram o flagrante.

O vídeo mostra funcionários de áreas de segurança e restritas do aeroporto abrindo malas, retirando objetos de valor como eletrônicos, celulares, computadores, joias, entre outros itens. “É um problema grave e que sabemos que acontece com frequência. Nós iremos continuar a coibir esse tipo de crime até observarmos que as queixas de roubos em malas diminuíram”, disse o policial Pete Estis.

Veja o flagrante dos furtos abaixo, a partir dos 30 segundos de vídeo.

O diretor do aeroporto, Emilio Gonzáles, disse que esses casos são exceções diante do número de voos e de milhares de babagens despachadas no aeroporto todos os dias. Ele ressaltou que os criminosos serão responsabilizados e punidos de acordo com o rigor da lei.

Esse tipo de crime não acontece somente em Miami. Segundo a CNN, nos aeroportos americanos, de 2010 a 2014 foram 30.621 ocorrências de furtos em bagagens que já haviam sido despachadas ou nas áreas de segurança dos aeroportos. O prejuízo estimado é de $2,5 milhões.

O John F. Kennedy International Airport em New York lidera a lista de ocorrências seguido pelos aeroportos de Los Angeles e Orlando de acordo com a pesquisa da Transportation Security Administration (TSA).

No Aeroporto de Miami a polícia já prendeu 31 funcionários que transportam as malas desde 2012, sendo seis somente este ano. Além disso, os aeroportos de Miami e Orlando são os únicos que os funcionários passam por detectores de metal e têm bolsas e mochilas checadas antes de deixarem o trabalho. Mas, isso não tem coibido a prática.

O furto de objetos e da mala não está restrito a funcionários de aeroportos. Porém, o número de malas furtadas das esteiras é muito menor que o realizado nas áreas internas dos aeroportos, de acordo com a reportagem.