Violência é inimiga da educação no Rio

0
518

Mais de 100 mil alunos perderam aulas por causa de tiroteios este ano

Dados da prefeitura do Rio de Janeiro dão conta que 100.267 alunos da rede municipal foram impedidos de frequentar a escola ou a creche por pelo menos um dia letivo este ano por causa de tiroteios entre quadrilhas rivais ou envolvendo a polícia. O número corresponde a 13,6% do total de matriculados. “A violência é um grande inimigo da educação. As crianças expostas à violência costumam desenvolver apatia ou ficar agressivas”, admitiu a secretária municipal de Educação, Cláudia Costin.

A violência afeta de forma ainda mais dura as creches: das 30.337 crianças de até três anos de idade matriculadas na rede municipal, 7.908 (26%) foram impedidas de frequentar esses espaços por pelo menos um dia por causa de confrontos. Para se ter uma ideia do problema, o início do ano letivo precisou ser adiado em dez escolas de um bairro da Zona Oeste, devido a uma megaoperação da polícia.