Virada nos acréscimos garante Flu na final da Sul-americana

0
421

Time carioca mantém invencibilidade de 12 jogos na competição internacional e no Brasileirão

Quando tudo parecia que a primeira semifinal da Copa Sul-americana, disputada entre Fluminense e o Cerro Porteño (Paraguai), iria para a disputa de pênaltis, o time carioca tirou da cartola dois gols nos acréscimos e se garantiu na decisão. Este é o segundo ano consecutivo que uma equipe brasileira chega à finalíssima do torneio continental: em 2008 o Internacional sagrou-se campeão.

O jogo no Maracanã foi emocionante e, como não poderia deixar de ser em confrontos sul-americanos, catimbado. Gum e Alan fizeram os gols brasileiros, aos 47 e 49 minutos, respectivamente. O Cerro havia marcado no início da primeira etapa e tentou segurar o resultado. No api-to final, inconformados com a derrota, os paraguaios iniciaram uma briga, agredindo até gandulas e membros da comissão técnica tricolor.

O Fluminense agora se concentra em outro grande desafio, que é escapar do rebaixamento no Brasileirão. A equipe ainda está ameaçada e segundo os matemáticos há mais de 50% de cair para a série B. “Estamos entre o céu e o inferno”, admite o técnico Cuca.