Vistos H1B encalham na Imigração

0
458

Procura por autorização de trabalho para profissionais qualificados foi pequena, devido à crise e ao desemprego

O programa de vistos para profissionais qualificados para empresas de alta tecnologia nos Estados Unidos registrou este ano a primeira baixa desde 2003: apesar dos 65 mil vistos disponíveis, somente 47 mil solicitações foram apresentadas ao Departamento de Imigração e, mesmo assim, nem todas serão aprovadas.

O baixo número de petições é devido à situação da economia americana, que atravessou uma das piores crises da história, e ao alto nível de desemprego. O programa, conhecido como H1B, foi o pilar para o desenvolvimento do Vale do Silício, na Califórnia, e de Wall Street, em New York, para onde foram dezenas de programadores e engenheiros de computação, especialmente vindos da Japão e da Índia.
O mais curioso deste ano é imaginar que, em 2008, quando a recessão ainda estava no início, a procura pelos vistos H1B foi tanta que os pedidos se esgotaram poucos horas depois de aberto o processo. Mas segundo especialistas no assunto, a crise não é a única culpada pela baixa – as empresas americanas têm optado por trabalhadores locais, movidas inclusive pelo sentimento antiimigrante no país.