Você pensa em voltar para o Brasil?

0
593

Por Joel Stewart

Recentemente saiu uma série de artigos na imprensa sobre o custo de vida em várias cidades da América Latina. Alguns dizem que a cidade de São Paulo é a mais cara e outros consideram Caracas ainda mais cara do que São Paulo.

Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília figuram entre as mais caras. Depois de Caracas e das três cidades brasileiras, as mais caras da América Latina são Bogotá, na Colômbia, e Buenos Aires, na Argentina.

Uma cesta de bens e serviços é usada para calcular o custo de vida para trabalhadores estrangeiros nestas cidades, mas, dependendo do critério, as pesquisas apresentam resultados diferentes.

No mundo inteiro, uma pesquisa determinou que Oslo, a capital de Noruega, é a cidade mais cara e New York, que esteve entre as 10 mais caras, está atualmente no 14º lugar devido à recessão. Porém, outras pesquisas calcularam que Tóquio manteve-se em primeiro lugar como a cidade mais cara do mundo. De qualquer maneira, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília estão entre as 40 cidades mais caras do mundo.

Dizem que no Brasil os preços de vários produtos também estão entre os mais altos. O quilo de iogurte custa US$ 2,90 no Brasil, mesmo preço praticado na França. O quilo de comida de bebê fica em US$ 12,30 em comparação aos US$ 8,10 cobrados no Reino Unido, e o papel higiênico brasileiro está entre os mais caros do mundo: US$ 4,40 o quilo contra os US$ 3,30 dos EUA.

Em outubro, quando estive em São Paulo por três dias, tive a impressão de que os custos de comida e serviços em São Paulo são comparáveis aos custos nos EUA. Porém, tomei um susto ao saber os preços dos imóveis, carros e outras mercadorias fabricadas. Por isso, brasileiros continuam fazendo muitas compras na Flórida.

A quantidade de brasileiros que compra imóveis na Flórida triplicou em um ano porque é mais barato comprar um imóvel na praia da Flórida do que um imóvel em São Paulo. Segundo a associação de corretores “Florida Realtors,” 47% dos brasileiros compram imóveis na Florida para passar férias, mas outros 17% compram como investimento. As cidades mais procuradas são Miami, Miami Beach e Palm Beach.

Com tudo isso, é claro, que quem quer mudar para o Brasil pode acabar voltando para Flórida para fazer um bom investimento!