Wallyson se torna o herói da torcida botafoguense

0
431

Atacante foi titular do Botafogo pela primeira vez nesta quarta-feira e marcou três gols, que garantiram a classificação alvinegra para a próxima fase da Copa Libertadores

Era a primeira vez que Wallyson começava uma partida com a camisa do Botafogo. O jogador, que veio em baixa para clube após uma passagem apagada pelo Bahia, não empolgou a torcida ao ser anunciado. Talvez poucos conhecessem o currículo dele. Mas como o botafoguense é supersticioso, deveria conhecer. Após a noite de quarta-feira (5), com três gols na conta contra o Deportivo Quito (EQU), dificilmente a exibição dele será esquecida.

Wallyson e Libertadores é uma combinação que já tinha dado certo há três anos. Em 2011, quando defendia o Cruzeiro, o potiguar, de 25 anos, foi o artilheiro da competição sul-americana, com sete gols. A Raposa, na ocasião, não foi longe, mas disso o torcedor alvinegro não precisa mesmo ficar sabendo…

No domingo (2), após o clássico contra o Vasco (quando o camisa 19 entrou na segunda etapa), Wallyson não escondeu que já estava com a cabeça voltada para o jogo desta quarta-feira. A vaga de titular não estava garantida, mas ele parece ter sentido que a noite seria especial, quando disse que sonhava com um gol.

O artilheiro foi modesto, mas o sonho foi realizado. E em dose tripla. O primeiro tento saiu aos 36 minutos da etapa inicial, que serviu para dar confiança a ele e ao restante do time, que vinha confundindo violência com valentia.

Mais leve e ambientado com o plantel, Wallyson deslanchou no segundo tempo. Foram mais dois gols e outros lances que lembraram os curtos, mas grandes momentos de Vitinho, que deixou o clube em agosto do ano passado.

Ao que parece, a noite de quarta-feira foi só o início de uma parceria que tem tudo para dar certo em 2014.