2008: Ano das Olímpiadas de Pequim e de Michael Phelps

0
521

Felipe Massa trouxe de volta o interesse dos brasileiros pela Fórmula 1

O ano que se encerra foi pródigo em notícias esportivas. Não temos a pretensão de fazer um resumo completo, mas não podemos esquecer os grandes feitos de 2008.

Sem dúvida alguma, os Jogos Olímpicos de Pequim monopolizaram as atenções do mundo durante todo o ano. Inicialmente, com a passagem da tocha olímpica por vários países, que foi usada como símbolo da luta pela autonomia do Tibet, e depois com o próprio evento esportivo nas belas instalações olímpicas montadas pelos organizadores do evento.

A grande estrela da Olímpiada de Pequim foi, sem dúvida, o nadador americano Michael Phelps, que estabeleceu um novo recorde, ao obter oito medalhas de ouro em apenas uma Olímpiada, e ainda se tornar o maior medalhista de ouro olímpico de todos os tempos, ao acumular 14 medalhas de ouro no total, juntando as seis conquistadas em Atenas, em 2004.

E foi numa das piscinas do Cubo D’Agua que surgiu um dos craques do Brasil em Pequim. Cesar Cielo se tornou o primeiro nadador brasileiro a ganhar uma medalha de ouro olímpico, ao vencer a prova dos 50m no dia 15 de agosto.

Atletismo e Vôlei

Outro fenômeno em Pequim foi o jamaicano Usain Bolt – o homem mais rápido do mundo. Ele simplesmente pulverizou os recordes dos 100m e dos 200m rasos, e ainda ganhou outra medalha de ouro com a equipe jamaicana ao vencer o revezamento 4x100m.
Exatamente o atletismo foi a modalidade que consagrou Maurren Maggi – a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha de ouro numa Olímpiada, no dia 22 de agosto, ao vencer a competição de salto em distância com a marca de 7,04m. A decepção ficou por conta de Fabiana Murer, que esqueceu a vara no momento de saltar.

A seleção feminina de vôlei finalmente subiu no ponto mais alto do pódio, ao conquistar medalha de ouro numa final memorável contra a seleção dos Estados Unidos, e se tornar a primeira equipe feminina do Brasil a obter ouro em Jogos Olímpicos.

Automobilismo

A Fórmula 1 este ano foi emocionante, com a decisão ficando para a última prova, disputada no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Dois pilotos chegaram com chances de ser campeão: o inglês Lewis Hamilton, da McLaren Mercedes, e o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari. Após uma disputa acirrada, Hamilton terminou em quinto lugar e conquistou seu primeiro título de campeão da Fórmula 1. A Felipe Massa restou o consolo de vencer a prova diante do público brasileiro e se contentar com o vice-campeonato.